Retorno do Carioca: Vasco tem 16 casos confirmados. Premier League no total, 12. Vale a pena voltar?

Compartilhe

O debate envolvendo o retorno do Campeonato Carioca segue cada dia gerando mais polêmica no cenário futebolístico. A cada dia que passa, vemos o número de casos e de mortes aumentando no estado. E a prefeitura segue dizendo que nesse momento, estamos vivendo o pico. Porém, quem acompanha frequentemente as notícias, sabe o quanto já ouviu essa frase há meses e semanas atrás.

Um dos clubes que vem apoiando essa causa, é o Vasco da Gama. Contudo, nessa segunda-feira, o clube divulgou que 16 atletas do seu plantel encontram-se infectados pelo novo coronavírus.

Para se ter uma ideia, a Premier League acertou o retorno dos jogos, sem público, para o meio do mês de junho. Foram realizados testes em todos os jogadores, dirigentes e integrantes das comissões técnicas de todos os 20 clubes. Apenas 12 casos foram confirmados. Há dois dias, foram feitas novas baterias de exames e nenhum caso foi confirmado.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Se com apenas um time, há 16 casos confirmados, discutir e conversar sobre retorno do carioca pode parecer algo, precipitado no momento, não? Em entrevista, o presidente vascaíno Alexandre Campello, viu um lado positivo nisso.

– As pessoas estão fazendo um alarde, dizendo que é absurdo. Pelo contrário. Isso aí mostra mais ainda que estamos com razão. As pessoas não estavam vindo (ao clube) e estão se contaminando. Elas estando aqui, a gente controla, orienta, tira do contato. Estamos prestando um grande serviço à saúde pública – afirmou Campello ao GLOBO.

Vale ressaltar que hoje, a prefeitura do Rio de Janeiro soltou um plano que prevê que partidas com portões fechados serão permitidas a partir da metade deste mês, na fase 2 da flexibilização do isolamento social. “Atividades em centros de treinamentos” estão liberadas.

Ou seja, após 53.388 casos e 5.344 óbitos causados pela Covid-19,  e sem nenhuma previsão de melhora, o estado vai colocar medidas para flexibilizar a quarentena e que prevê a permissão de jogos de futebol com 1/3 do público a partir de julho.

ST


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *