Garçom! Arias é o meia com mais participações em gols no Brasil

Compartilhe

Dois três gols na vitória sobre o Avaí, dois contaram com a participação de Jhon Arias. O colombiano serviu David Braz no segundo e Martinelli no terceiro. Com 16 gols e 15 assistências só no Brasileirão, Arias é o meia com mais participações entre os principais clubes do país.

De acordo com dados do SofaScore, no Brasileirão, Arias fica atrás só de Gustavo Scarpa, do Palmeiras, e Arrascaeta, do Flamengo, com 10 assistências cada um. O meia tricolor, no entanto, supera os companheiros de posição em número de participações diretas em gols se somarmos os números de toda a temporada.

  1. Jhon Arias: 31 participações (16 gols e 15 assistências);
  2. Arrascaeta: 30 participações (12 gols e 18 assistências);
  3. Gustavo Scarpa: 28 participações (11 gols e 17 assistências);
  4. Raphael Veiga: 28 participações (21 gols e sete assistências);
  5. Terans: 22 participações (14 gols e oito assistências).

Com mais essas duas assistências, aliás, Arias chegou a quase o dobro de Paulo Henrique Ganso, o segundo na lista de mais passes para gol, com oito.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

A vitória sobre o Avaí também foi a terceira vez na temporada que o colombiano fechou uma partida com duas assistências. Antes, Arias já havia contribuído com passes para os gols de Cano e Manoel na goleada por 4 a 0 sobre o Corinthians pelo Campeonato Brasileiro e para os gols de Matheus Martins e de novo para Cano na goleada por 10 a 1 em cima do Oriente Petrolero pela Copa Sul Americana.

Destino das assistências de Jhon Arias em 2022
Quase metade das assistências de Arias na temporada foram para gols do amigo Germán Cano (Arte: Lucas Meireles/ST)

Arias está atrás só de Cano e Pedro Raúl no número de participações em gols no Brasileirão

Com 15 participações diretas em gol no Brasileirão, Jhon Arias está atrás dos maiores goleadores desta edição. Pedro Raúl, do Goiás, marcou 17 gols e contribuiu com duas assistências para o Esmeraldino, ou seja 19 participações. Enquanto Cano marcou 18 — retornando a artilharia da competição — e mais três passes, somando 21 participações nos 51 gols anotados pelo Tricolor.

Arias em uma das participações em gol na vitória do Fluminense sobre o Avaí
Um a cada 3,4 gols do Fluminense teve participação de Jhon Arias enquanto Cano participou de um a cada 2,4. Contra o Avaí, por exemplo, meia cobrou o escanteio na cabeça de David Braz no segundo e depois rolou para Martinelli marcar o terceiro (Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC)

Ou balançando as redes ou dando passes, Germán Cano e Jhon Arias, aliás, já participaram diretamente de 61 dos 109 gols anotados pelo Tricolor em 2022. Ou seja, 57,5% do total de vezes que o Fluminense balançou as redes adversárias.

A dupla, aliás, lidera o ranking de artilheiros na temporada. Mas Cano, com 36, já marcou mais que o dobro de Arias, com 16. Em contrapartida, o colombiano lidera em assistências.

Se contarmos apenas os gols marcados são 52, portanto, quase metade dos anotados pelo time. De acordo com dados da “Enciclopédia Tricolor”, os dois formam a segunda dupla estrangeira com mais gols em uma temporada, ficando atrás apenas do argentino Luís María Rongo e do afegão/argentino Russo, que juntos balançaram as redes em 61 oportunidades no ano de 1941.

  1. Rongo (32) & Russo (29) – 61 gols em 1941;
  2. Cano (36) & Arias (16) – 52 gols em 2022;
  3. Buchan (20) & Emile Etchegaray (18) – 38 gols em 1909;
  4. Welfare (22) & 󠁢󠁥󠁮󠁧󠁿French (6) e Ambrois (17) & Villalobos (11) – 28 gols em 1918 e em 1954, respectivamente.

A dois gols de igualar Petkovic

Autor do primeiro gol na derrota para o Atlético-GO, chegou ao 16º desde que chegou ao clube. Assim, está a apenas dois de empatar com o sérvio Petkovic, hoje o 11º maior artilheiro estrangeiro da história do Fluminense.

Arias cobrando o pênalti contra o Atlético-GO. Colombiano marcou o sétimo no Brasileirão 2022 (Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC)

Pet — que balançou as redes 18 vezes entre 2005 e 2006 — já havia sido desbancado do top10 por Germán Cano, hoje o oitavo maior artilheiro estrangeiro da história do clube.

  1. Welfare (Inglaterra) – 161 gols
  2. Russo (Afeganistão/Argentina) – 155 gols
  3. Doval (Argentina) – 70 gols
  4. Romerito (Paraguai) – 59 gols
  5. Conca (Argentina) – 56 gols
  6. Etchegaray (Argentina) – 51 gols
  7. Rongo (Argentina) – 37 gols
  8. Cano (Argentina) – 36 gols
  9. Villalobos (Peru) – 33 gols
  10. Buchan (Inglaterra) – 29 gols
  11. Petkovic (Servia) – 18 gols
  12. Jhon Arias – 16 gols

Recentemente, o Fluminense quitou a última parcela da compra de Jhon Arias junto ao Patriotas, Colômbia. O Tricolor agora é oficialmente dono de 50% dos direitos economicos do meia de 25 anos. Ex-jogador do Santa Fe e adversário do Flu na fase de grupos da Libertadores 2020, Arias tem contrato até 2025.

ST


Compartilhe

Lucas Meireles

Jornalista formado pela UFRRJ, apaixonado por esportes e pelas boas histórias.

2 thoughts on “Garçom! Arias é o meia com mais participações em gols no Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *