Em entrevista, Marcelo Souto fala sobre projeto para Laranjeiras: “É um projeto para 15 mil pessoas”

Compartilhe

Em entrevista dada para o YouTube do Saudações Tricolores na tarde dessa quarta-feira (24), o candidato à presidência do Fluminense, Marcelo Souto, foi questionado sobre uma possível reforma em Laranjeiras. O aspirante ao cargo falou que o projeto que tem em mãos é extremamente viável e que deseja transformar o estádio em não apenas algo focado em futebol, mas fazer toda uma infraestrutura ao seu redor.

Foto: Reprodução / Saudações Tricolores

Sou um entusiasta de Laranjeiras, abracei esse projeto desde que eu o conheci. É um projeto viável, que na nossa gestão colocaremos em prática. Ele dá o devido valor ao maior lote imobiliário do clube, o berço do futebol brasileiro, onde praticamente a seleção brasileira se criou. O primeiro gol e o primeiro título da seleção foram lá em Laranjeiras. Então a história do Fluminense também se passa pelo nosso estádio, pela nossa casa. E a gente tá pegando não só o retorno do nosso “alçapão”, da nossa casa. A gente busca uma revitalização por completo, e transformar Laranjeiras em um polo gastronômico, cultural, turístico, com um restaurante panorâmico, uma megaloja, um museu do futebol, enfim, muita coisa moderna para o clube e para o sócio do Fluminense. É viável, é um projeto para mais de 15 mil pessoas.

Entretanto, Marcelo Souto reforça que não planeja o Fluminense fora do Maracanã, e que Laranjeiras será uma alternativa para o clube.

Nós não vamos deixar de jogar no Maracanã. Laranjeiras se torna uma alternativa para jogos de menor público, jogos de menor apelo, como nas fases iniciais dos primeiros campeonatos, como o carioca. Então é muito viável fazer Laranjeiras ter jogos e vamos implementar na nossa gestão.

Ainda em relação a esse tema, Marcelo Souto foi questionado sobre como será a logística dos arredores de Laranjeiras, que fica em um bairro apertado perto do Túnel Santa Bárbara e da Rua Pinheiro Machado, uma via estreita. O candidato falou que isso não será um problema e que o Centro de Engenharia de Transporte (CET-Rio) já conseguiu lidar com eventos em lugares mais problemáticos, como na Ilha do Governador em jogos do próprio Fluminense.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Isso tudo é pensado. Essa questão de trânsito e de fluxo é com a CET-Rio. Ela em outras operações de jogos tem o seu proceder de realizar bloqueios em determinadas áreas, ela já conseguiu realizar jogos em Ilha do Governador. Fluminense, Flamengo e Botafogo já jogaram lá, e lá é um bairro com ruas muito mais acanhadas e apertadas do que as de Laranjeiras. E estamos falando de poucos jogos ao longo do ano e partidas de menor público e apelo, mas que seria um realmente um impacto no trânsito. Mas a questão é a CET-Rio conseguir se preparar para isso, até porque não seria em horários de pico. Em jogos em final de semana, na parte da tarde, onde o fluxo de veículos já é um pouco menor. Durante a semana, vão ser em horários da parte da noite, onde o trânsito já tem uma diminuída. Então estamos falando de poucos jogos durante o ano e com uma competência de outros eventos e outras praças muito mais acanhadas do que Laranjeiras, então não vemos nenhum tipo de problema.

As eleições ocorrerão no próximo sábado (26). Marcelo Souto terá como concorrentes ao cargo de presidente Rafael Rolim e Mário Bittencourt.

ST


Compartilhe

One thought on “Em entrevista, Marcelo Souto fala sobre projeto para Laranjeiras: “É um projeto para 15 mil pessoas”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *