Scout Saudações: números de Alan, novo reforço do Fluminense

Compartilhe

Velho conhecido da torcida tricolor, cria de Xerém, Alan está de volta ao Fluminense. Desde que deixou o Flu, em 2010, o atacante passou pelo futebol austríaco e chinês, inclusive se naturalizando para defender a Seleção da China. Hoje, aos 32 anos, o jogador retorna para ocupar o lugar de Fred, que se aposenta em Julho.

Enquanto vestia a camisa do Flu, Alan se destacou principalmente pela habilidade e velocidade. Em 2009, por exemplo, o jogador atuava tanto como centroavante, no lugar de Fred, quanto como um segundo atacante, ao lado do camisa 9.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Mapa de calor de Alan, novo reforço do Fluminense, em sua última temporada na China
Mapa de calor mostra que Alan não perdeu a movimentação, embora tenho atuado mais pelo centro do ataque (Foto: Reprodução/SofaScore)

De acordo com dados do Transfermarkt, Alan atuou em 12 jogos — sendo oito como titular — em seu último ano no Guangzhou FC, marcando três gols e contribuindo com cinco assistências. Fechando assim, a sua temporada com menos gols desde que chegou ao futebol chinês, em 2015.

Mais experiente, o cria de Xerém marcou 61 gols em 114 jogos nos quatro anos que atuou pelo Guangzhou (Foto: Reprodução/Guangzhou FC)

Por outro lado, a média de 2,9 finalizações por jogo o deixaria atrás apenas de Cano, com 3, no elenco que disputa o Campeonato Brasileiro. Enquanto a média de 0,9 chutes no alvo fica atrás apenas da pontaria de Cano (1,4) e John Kennedy (1). Além disso, a média de um gol a cada 219 minutos fica atrás apenas de Cano (146 minutos) e Matheus Martins (187 minutos) nesta edição do Brtasileirão.

O atacante, aliás, possui outros números bem semelhantes ao do artilheiro de 2022. Na temporada passada, Alan mantinha uma média de 23,8 toques na bola por jogo, enquanto Cano tem média de 23,5 no Brasileirão.

Números de Alan no RB Salzburg e na China

Alan — assim como Maicon Bolt — tiveram os direitos usados como contraparte na contratação de Deco em 2010. Por isso, no mesmo ano, o jogador acabou negociado com o RB Salzburg, da Aústria.

Na Europa, o jogador viveu algumas das melhores temporadas da carreira. Terminando como artilheiro do Campeonato Austríaco por três anos consecutivos, entre 2013 e 2015. Além disso, terminou como goleador máximo da Liga Europa na edição 2014/2015.

Na temporada 2013/2014, por exemplo, Alan anotou 37 gols em 46 jogos. Já, na temporada seguinte, balançou as redes 24 vezes em 26 jogos antes de acertar com o Guangzhou por € 11,1 milhões de euros, de acordo com dados do Transfermarkt.

No futebol chinês, aliás, Alan obteve a segunda melhor média de gols da carreira — atrás apenas de sua primeira temporada completa na Austria, quando marcou 11 gols em 11 jogos. Em 2018, por exemplo, o atacante balançou as redes 19 vezes em 22 jogos. Contudo, o jogador depois colecionou emprestimos para o Tianjin Tianhai e o Beijin Guoan, nos dois anos seguintes.

Ano Clube Média de gols
2021 Guangzhou FC 0,25
2020 Beijin Guoan 0,50
2019 Tianjin Tianhai 0,33
2018 Guangzhou FC 0,86
2017 Guangzhou FC 0,49
2016 Guangzhou FC 0,51
2015 Guangzhou FC 0,00
2014/2015 RB Salzburg 0,92
2014/2013 RB Salzburg 0,80
2013/2012 RB Salzburg 0,79
2012/2011 RB Salzburg 1,00
2011/2010 RB Salzburg 0,31
2010 Fluminense 0,36
2009 Fluminense 0,24
2008 Fluminense 0,13

O sucesso no futebol da China fez com que Alan recebesse para se naturalizar e defender o país. A-Lan — como passou a ser conhecido — se tornou cidadão chinês, mas estreou apenas em 2021, durante um amistoso contra o Changchun Yatai.

Pelos Dragões Vermelhos, aliás, Alan soma três gols em 10 jogos oficiais, mas não conseguiu classificá-los para a Copa do Mundo do Qatar 2022.

Números de Alan no Fluminense

Embora muitos não lembrem, Alan começou a carreira no Londrina. O atacante, no entanto, chegou como reforço ainda para a base no Flu. Estreando em 2008 e marcando logo no primeiro jogo, na derrota por 3 a 1 para o Botafogo.

Alan também fez parte do time da lista de inscritos para a Libertadores 2008, tendo entrado nos minutos finais da classificação contra o São Paulo. O jogador, no entanto, se tornaria mais importante no ano seguinte.

Titular durante a arrancada que salvou o time do rebaixamento, principalmente após a lesão de Maicon Bolt, Alan marcou sete gols nos últimos 16 jogos que participou.

Alan driblando o goleiro Barreto do Cerro Porteño
Em 2009, Alan teve que fugir do pontapé do goleiro Barreto no meio-campo para assim marcar o gol da virada do Fluminense sobre o Cerro Porteño pela semifinal da Copa Sul Americana (Foto: Ricardo Ayres/Photocamera)

Ao todo, Alan marcou 22 gols em 76 jogos enquanto vestiu a camisa tricolor.

ST


Compartilhe

Lucas Meireles

Jornalista formado pela UFRRJ, apaixonado por esportes e pelas boas histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.