FLÚNEL DO TEMPO: Com gol de Marcelo, Fluminense vence novamente o Cruzeiro e elimina os mineiros da Copa do Brasil de 2006

Compartilhe

Com a vantagem obtida no primeiro jogo das quartas, o Fluminense aproveitou o fator casa e voltou a vencer o clube mineiro. Com gol de Marcelo no segundo tempo, o tricolor se garantiu na semifinal da Copa do Brasil. Na semifinal, o Fluminense vai enfrentar o Vasco da Gama.

No duelo da ida no Mineirão, uma partida eletrizante. A vitória por 3 a 2 garantiu ao tricolor uma vantagem para o jogo do Maracanã. Os donos da casa poderia perder por 1 a 0 ou 2 a 1 que mesmo assim garantiria uma vaga na semi-final.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

O time de Oswaldo Oliveira não queria saber de jogar com a vantagem embaixo dos braços. Além disso, o Fluminense chegou a 13 jogos sem perder.

Necessitando de gols, o Cruzeiro tratou de marcar o Fluminense no campo de ataque. Com isso, a equipe mandante ficou acuada em seu campo defensivo. No primeiro grande lance da partida, Martinez roubou a bola, tocou para Gil. O atacante do Cruzeiro saiu de cara para o gol. Para sorte do Flu, a bola saiu pela linha de fundo.

O jogador mais perigoso do clube celeste era Gil. O cruzeirense fazia boas jogadas pela esquerda.

De novo, os mineiros chegaram com perigo. Dessa vez foi Gil que serviu o companheiro. O centroavante invadiu área e rolou para trás. Francismar livre mandou por cima do gol. No lance seguinte, novamente o Cruzeiro assustou. Elber recebeu bom passe mas quando finalizou mandou nas mãos de Fernando Henrique.

Marcelo fez o gol da vitória em 2006 (Foto:Fotocom.Net)

O Fluminense terminou o primeiro tempo sem ameaçar o gol defendido por Fábio. A marcação alta realizada pelos mineiros neutralizou os cariocas na partida.

O segundo tempo começou com uma boa oportunidade para o tricolor. Edu Dracena cometeu pênalti em Tuta. Ótima chance para abrir o placar e encaminhar a classificação. Petkovic foi para bola e mandou por cima do gol. O placar seguia inalterado. Entretanto, o Flu não se abateu e quase abre o placar com Marcelo. Em duas chegadas do lateral, a bola passou rente à trave.

Se na primeira etapa os donos da casa não ameaçaram em nenhum momento, na etapa final só deu Fluminense. Poucos minutos depois, Tuta invadiu a área, driblou Fábio mas quando foi passar para Arouca, o atacante errou o passe. Poucos minutos veio o alívio. Em boa jogada de Lenny, o atacante chutou para boa defesa de Fábio. No entanto, o goleiro cruzeirense espalmou para frente. A bola passou por Petkovic. Mas não por Marcelo. De frente para o gol, o lateral chutou forte par garantir a classificação para a semifinal.

FLUMINENSE
Fernando Henrique; Thiago Silva, Roger e Thiago; Rogério, Romeu, Arouca, Petkovic (Bruno) e Marcelo (Jean); Lenny (Claudio Pitbull) e Tuta
Técnico: Oswaldo Oliveira

CRUZEIRO
Fábio, Luizinho (Diego), Luizão, Edu Dracena e Ânderson (Júlio César); Jonílson, Martinez, Sandro e Francismar (Kerlon); Élber e Gil
Técnico: Paulo César Gusmão

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro
Árbitro: Leonardo Gaciba (RS)
Auxiliares: Paulo Ricardo Silva Conceição (RS) e Sérgio Buttes Cordeiro Filho (RS)
Cartões amarelos: Romeu (F), Marcelo (F), Luizinho (C), Edu Dracena (C)
Gols: Marcelo, aos 33min do segundo tempo


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.