Ranking mostra quantidade de lesões entre os times da série A na temporada

Compartilhe

O calendário de jogos para os times brasileiros é intenso. O ano começa com os campeonatos estaduais, que acabam enquanto começam as primeiras fases da Libertadores e Sul-Americana. Esses, por sua vez, se sobrepõe ao Campeonato Brasileiro e à Copa do Brasil. Por isso, cada vez mais se observa a importância de um elenco robusto e bem montado. A sequência de jogos – que se torna uma maratona àqueles que avançam nas competições de mata-mata – somado à outros fatores como o aumento da intensidade no futebol, trazem consigo o desgaste físico e os riscos de lesão.

Ranking de lesões entre os times da série Ana temporada de 2022
Foto: Mailson Santana/FFC

É evidente a importância de um departamento médico competente e estruturado para manter a condição de jogo daqueles saudáveis e para recuperar os lesionados. Com base nesse cenário, o GE montou um ranking (veja abaixo) com os clubes da série A que mais sofreram com lesões nesta temporada. Quem lidera a lista é o Goiás, com 25. O Fluminense, com 20 casos, é o sexto colocado, junto com Avaí e Juventude.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Para a contagem do ranking, não foram considerados os casos de jogadores poupados – hipótese muito presente na realidade tricolor – e casos de covid, gripe e virose, nem lesões que ocorreram na seleção.

 

Ranking de lesões entre os times da série Ana temporada de 2022
Reprodução/GE
Ranking de lesões entre os times da série Ana temporada de 2022
Reprodução/GE

Número de jogos X Lesões

Como mencionado, a sequência de jogos imposta aos times brasileiros contribui para o aumento do risco de lesões. Contudo, se este fosse o único fator, os times com mais jogos deveriam estar no topo do ranking, o que não é o caso. O Goiás, primeiro colocado, jogou 24 jogos na temporada (completará 25 hoje à noite no jogo de volta da Copa do Brasil) entre Estadual (16), Brasileiro (5) e Copa do Brasil (1). O Botafogo e o Corinthians, empatados em segundo (22), tem 20 e 25 jogos cada, respectivamente.

O Bragantino e o Internacional, com 21 lesões cada, jogaram 24 e 23 vezes, estando entre os times da série A que menos jogaram. Os clubes com menos jogos são Juventude, Avaí e Botafogo, com 20 partidas disputadas. Entretanto, o time carioca está no topo do ranking lesões, enquanto os outros dois estão juntos com o Fluminense.

O Flu, por sua vez, é hoje o time da 1ª divisão com mais partidas em 2022, sendo 15 pelo Carioca, 5 pelo Brasileirão, 2 pela Copa do Brasil, 4 pela Libertadores e 4 pela Sul-Americana, somando 30. Se a lógica fosse de proporcionalidade, o tricolor deveria ter o departamento médico mais cheio da elite do futebol brasileiro, o que não é o caso.

Seguem no departamento médico…

Dos 20 lesionados do Fluminense, alguns ainda permanecem no departamento médico. Felipe Melo segue em recuperação da cirurgia do menisco, sendo um dos principais desfalques do Flu na temporada. Além dele, o zagueiro Luan Freitas sofreu uma lesão no ligamento cruzado anterior do joelho direito e segue em tratamento.

Felipe Melo treinando no CT Carlos Castilho

O desfalque mais recente é o de Paulo Henrique Ganso. O camisa 10 saiu ainda no primeiro tempo do jogo contra o Palmeiras, válido pela 4ª rodada do Brasileirão e foi detectada uma lesão no músculo posterior da coxa direita. Felizmente, a recuperação está avançando e hoje o meia já treinou junto com o restante do elenco no CT Carlos Castilho.

Foto destaque: reprodução


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.