Números e desempenho de Nathan pelo Fluminense: Está valendo o investimento?

Compartilhe

Por: João Pedro Cupello

Foto: Marcelo Gonçalves / Fluminense FC

Em sua melhor fase pelo Fluminense, o meia Nathan foi um dos autores dos gols da vitória no Fla-Flu de domingo (18) por 2×1. Sabendo disso e de todo o contexto de sua contratação, junto à expectativa que ela trouxe para a torcida, traremos aqui uma breve análise sobre sua passagem no tricolor até agora.

Nathan foi contratado por empréstimo junto ao Atlético-MG, pela bagatela de R$ 1 milhão. Além disso, a negociação conta com uma opção de compra ao fim do contrato com o Fluminense de €5 milhões, cerca de R$ 25 milhões no câmbio atual. A expectativa de sua chegada era grande, sendo cotado para muitos torcedores e especialistas como a referência técnica da equipe para o ano. Principalmente analisando no desempenho abaixo da média que Paulo Henrique Ganso tinha pelo Flu até o fim de 2021, muitos pensaram que Nathan ia ser o meia titular da equipe.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Desempenho de Nathan pelo Fluminense

Falando de números, o meia fez 29 jogos, sendo 13 como titular, marcou 3 gols e deu 1 assistência com a camisa tricolor. Os tentos marcados por Nathan foram nas partidas contra o Cruzeiro, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil, Coritiba, pela 23ª rodada do Brasileirão, e Flamengo, no jogo do último domingo (18). O passe para gol foi perante o Fortaleza, no primeiro turno do Campeonato Brasileiro.

Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC

No começo de seu trajeto pelo Flu, Nathan era uma peça não utilizada em jogos importantes do time. Isso pode ser observado em como o meia jogou apenas um minuto pela Copa Libertadores desse ano, no jogo de volta contra o Millionarios. Além disso, não disputou nenhum jogo nas semis e finais do Carioca. Apesar disso, nas poucas vezes que entrava em um jogo importante, não conseguia desenvolver seu bom futebol, conhecido na época de Atlético-MG, Athletico e Seleção Brasileira de base.

Nathan passou a ganhar mais espaço após a chegada de Fernando Diniz no comando. Mesmo sendo reserva de Nonato e Ganso, o meia se tornou uma peça frequente vindo do banco, especialmente após o jogo contra o São Paulo, na 17ª rodada do Brasileirão. Jogando vezes como meia armador ou um segundo volante, o atleta de 26 anos evoluiu com a camisa do Fluminense e se tornou em um jogador de confiança do treinador tricolor. A fase boa dele, inclusive, gerou o debate se Nathan deve ser titular na posição onde Nonato jogava, após ele ser vendido para o Ludogorets na última janela.

Foto: Marcelo Gonçalves / Fluminense FC

A contratação valeu a pena?

Pensando no valor da contratação e da expectativa gerada após sua chegada, é difícil falar que Nathan deu a resposta esperada para a torcida. Também analisando a ascensão de Ganso com a camisa tricolor em 2022, é complicado pensar que o atleta de 26 anos tenha espaço como meia armador titular. Entretanto, na posição que Nonato deixou após a sua saída, é possível que Nathan possa brigar por essa vaga. A disputa entre ele, Martinelli e Yago Felipe para saber quem ficará com a função de segundo volante do time inicial será interessante até o final da temporada.

ST


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.