Em coletiva no CTCC, André mostra foco e afirma: “Minha Europa e Seleção são no Fluminense”

Compartilhe

Na tarde desta quinta feira (24), André concedeu entrevista coletiva no CTCC. Cada vez mais próximos do “velho normal”, a coletiva do volante marcou o retorno dos jornalistas ao CT, que antes acontecia de forma remota. O jogador vem se destacando pelo Fluminense desde que subiu para o profissional, principalmente pela maturidade que demonstra em campo, tornando-se peça chave no time de Abel Braga.

O volante André concedeu entrevista coletiva no CTCC nesta quinta feira.

Primeiro, foi perguntado sobre o retorno presencial à sala de imprensa e sobre a expectativa para enfrentar o Botafogo no final de semana:

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

“Minha primeira coletiva presencialmente, então é tudo novo para mim. Virtualmente acho que era mais fácil (risos). Sobre o Botafogo: estamos com uma vantagem boa, já enfrentamos eles duas vezes nesse ano, com dois resultados positivos. Então creio que vamos entrar para conquistar mais um resultado positivo e a vaga para a final.” – disse, antes de admitir, em tom de brincadeira, que achava “mais fácil” entrar em campo do que falar com a imprensa.

O assunto mais abordado pelos jornalistas foi o impacto que os últimos acontecimentos tiveram sobre o psicológico do time, em referência à eliminação diante do Olímpia pela Libertadores e a venda de Luiz Henrique. A respeito disso, André comentou:

“Nosso time estava numa sequencia muito boa. A situação do Luiz não influenciou em nada, é algo dele. Infelizmente não conseguimos nosso objetivo, tínhamos uma vantagem muito boa. Tentamos uma estratégia para matar o jogo, tivemos a chance para matar o jogo, mas a bola não entrou. Não adianta ficar lamentando. Claro que queríamos nos classificar e jogar mais uma vez a Libertadores, mas não deu certo. Já passou e agora é focar o que temos pela frente, que é o Botafogo – e ir em busca do título Carioca.”

Abel Braga vinha escalando times diferentes para jogos de Libertadores e Carioca. Eventualmente, o time considerado “B” desempenha melhor que o “A”, gerando questionamentos por parte da torcida. Acerca do tema, André demonstrou confiança no elenco:

“Creio que não tem isso de time A e time B, somos um elenco com 25, 30 jogadores de muita qualidade. Sobre o esquema, vão ter jogos que vamos com uma linha de 5, outros com uma linha de 4… Ele (Abel) estava procurando revezar nos jogos para poupar quem estava jogando a Libertadores e quem estava entrando, estava jogando bem e dando conta do recado. Então não tem essa de que o “time B” estava jogando mais que o “time A” ou vice-versa. Somos um elenco. Infelizmente, no jogo mais importante do ano não deu certo, mas creio que todos estejam preparados para jogar e dar conta do recado.”

André atuando contra o Olimpia
Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC

Questionado sobre o futuro e o interesse de times europeus, André mostrou-se focado no presente:

“Eu me dedico muito e trabalho no dia a dia. Claro que todo jogador jovem que sobe da base sonha com Seleção e Europa. Hoje minha Europa e seleção é o Fluminense. Procuro ser um dos primeiros a chegar no CT e ser o último a sair. Procuro evoluir. Europa é consequência do trabalho. Hoje eu só penso no Fluminense. Se chegar alguma coisa, deixo o pessoal de fora resolver essa parte”

O Botafogo, próximo adversário do Flu, vive uma fase diferente, pois vive a expectativa da concretização da SAF e da chegada de reforços para a temporada. O volante comentou sobre o momento do time e afirmou:

“Todo mundo que entra quer ganhar, tem esse objetivo. Nós, mais do que nunca – não só na final, mas em qualquer jogo – sempre vamos entrar pra ganhar. Ninguém vai entrar pra perder ou empatar. Nosso time está com mais vontade, temos muita intensidade e sempre vamos buscar a vitória e o objetivo maior. Acho que sim, estamos com mais vontade do que eles, mas não adianta só ter vontade. Tem que mostrar dentro de campo e fazer por onde. Creio que através disso estamos preparados para ir pra grande final.”

André em ação contra o Botafogo
Foto: Lucas Merçon / FFC

Recém completados 60 jogos pelo time profissional, um dos pontos que mais chama atenção quando André está em campo é sua maturidade e segurança. Sobre isso e a relação com os jogadores mais experientes, comentou:

“Eu converso muito com o pessoal que tem mais experiência. Felipe Melo, Fred, David Braz são jogadores que acolhem não só a mim, mas a todos os moleques e a gente vai aprendendo. Quando a gente erra eles cobram e quando acertamos eles elogiam. Então acho que isso acaba ajudando bastante a gente. Dentro de campo tento dar o meu melhor. Chegar aqui e estar focado a partir do primeiro dia da semana, fazer uma ótima semana de treinamento para chegar no jogo e fazer o que sei de melhor.

Após a eliminação contra o Olímpia, a torcida marcou presença no aeroporto durante o desembarque do time. Naquela madrugada, contudo, além das cobranças, aconteceram tentativas de agressão à jogadores e dirigentes. O volante também falou a respeito do caso:

“O time inteiro ficou muito triste porque era algo que estava nas nossas mãos e deixamos escapar. Claro que fica a dor, mas temos que mudar a chave rápido porque o futebol é assim: a gente é eliminado no meio da semana e no final da semana já tem jogo importante. O episódio do aeroporto foi muito triste. O torcedor tem o direito criticar, tem direito de vaiar, mas partir para a violência é algo que deixa a gente muito chateado, pois estamos ali trabalhando a semana inteira, dando máximo dentro de campo. Mas não tem o que fazer, é virar a chave rápido e tentar apagar isso com título para fazer um resto de temporada bom.”

No final de semana, além da semifinal do Carioca, acontecerá também o retorno do time e da torcida ao Maracanã após a reforma do gramado:

“Se eu não me engano, ano passado a gente teve a segunda melhor campanha dentro de casa no Campeonato Brasileiro. Maracanã é um ambiente onde a gente se sente bem. Particularmente, é onde eu mais gosto de jogar, me sinto a vontade. Acredito que vai ser muito importante. Espero que a torcida esteja nos apoiando, juntos nos 90 minutos, temos tudo para fazer um ótimo jogo, independente das circunstâncias, nosso time está muito focado para buscar a vaga na final.

O próximo jogo do Fluminense é contra o Botafogo  no domingo, dia 27, às 16h, no Maracanã. Por ter sido campeão da Taça Guanabara, o Flu joga com a vantagem do empate, ampliado pela vitória por 1 a 0 no Nilton Santos, na última segunda feira.

Foto destaque: reprodução


Compartilhe

4 thoughts on “Em coletiva no CTCC, André mostra foco e afirma: “Minha Europa e Seleção são no Fluminense”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *