Fala, Jogador — Michel Araújo: “Eu sinto que estou preparado para ser titular”

Compartilhe

O meia Michel Araújo participou, nesta sexta-feira (14), de uma coletiva de imprensa no CT Carlos Castilho. O uruguaio, que começou jogando no empate em 1 a 1 com o Palmeiras, falou sobre estar preparado para ser titular. De acordo com o camisa 15, ele se sente confortável fazendo várias funções no meio-campo.

Michel Araújo tem sido um dos destaques do Fluminense desde que o futebol foi retomado após a suspensão pela COVID19. Ganhando cada vez mais espaço com o técnico Odair Hellmann, o uruguaio tem se destacado pela polivalência. Contra o Palmeiras, partida em que realizou o sonho de ser titular no Maracanã, começou como terceiro homem de meio-campo e terminou como volante.

Mas, segundo Michel Araújo, o jogador está confortável com as constantes mudanças de posição. O meia, aliás, lembrou que foi cobrado no Uruguai por não contribuir tanto na marcação.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

“Quanto a isso, eu sinto que estou preparado para ser titular. No jogo anterior eu me senti muito confortável, ainda mais no segundo tempo, quando o time precisava de alguém para correr, para marcar. No Uruguai fui muito criticado por não marcar muito, então me esforcei mais para marcar, para ajudar mais o time. E agora na posição que eu tiver que jogar aqui, vou jogar. Não tenho problema nenhum. Eu sou meia, como já falei, mas se tenho que jogar como volante, se tiver que jogar perto do centroavante, não tenho problema nenhum”, afirmou o uruguaio.

Confira outros pontos da coletiva do camisa 15:

Sequência de jogos sem vitória no início do Brasileirão

Por enquanto, o Fluminense ainda não venceu no Campeonato Brasileiro. O Tricolor estreou com derrota para o Grêmio na Arena Grêmio e vem de empate contra o Palmeiras no Maracanã. Mas, para Michel Araújo, estes jogos estão realmente entre os mais difíceis.

“Eu acho que os três jogos no início do Campeonato são muito difíceis. Eu acho todos os jogos muito difíceis quando se joga muito. Mas agora eu espero que o jogo de domingo seja nosso. Que a gente fique possa ficar com bola, possa progredir no campo. Aqui no Brasil tem muita falta por partida. É mais difícil fazer a bola chegar no ataque. Então, a gente tem que ficar tem que ficar com a bola, tem que manter a posse, tem que manter o padrão de jogo para que a gente possa ganhar no Domingo”, afirmou.

Queda na produção ofensiva

Desde que o futebol foi retomado durante a pandemia, o Fluminense tem feito poucos gols. Foram apenas cinco em 10 partidas. Além disso, o Tricolor tem tido dificuldades para finalizar. Para o camisa 15, o Flu precisa chegar mais ao ataque.

“A gente tem que ficar mais com a bola, tem que fazer a bola chegar no Evanilson, que é nosso centroavante. Então, a gente está criando poucas situações de gol na frente. Agora temos que levar a bola à frente, no campo do rival que a gente vai conseguir chegar ao gol rapidamente”, explicou.

Pressão sobre os jogadores

De acordo com Michel Araújo, os jogadores do elenco não estão sentindo a pressão pelos jogos sem vitória e a falta de jogos. O uruguaio acredita na força do grupo para reverter este panorama.

“A gente já enfrentou times que tem aspirações ao Campeonato. São times que sempre saem na frente, sempre saem a ganhar. Nós viemos de um jogo bom contra o Grêmio, um jogo bom contra o Palmeiras, que vem de ganhar o Campeonato Estadual, e agora temos Inter. São três jogos muito difíceis para o começo do Campeonato. Mas acredito muito nesse time agora. Tem muita qualidade, muito jogador bom. Então, vamos sair ganhando em todos os campos que temos que jogar. Acredito muito na força do grupo, estamos com muita moral. A acredito que estaremos prontos lá na frente”, afirmou.

Futebol durante a pandemia

O jogador também demonstrou preocupação com o retorno do futebol durante a pandemia. Segundo o jogador, o ideal seria não entrar em campo enquanto o país ainda convive com esta situação.

“Em relação a COVID19, o que está acontecendo agora no mundo é uma anomalia. Têm famílias, têm amigos que estão vivendo por certas coisas (sic!). Eu estou pensando que seria melhor não jogar. Mas aqui no Brasil a gente tem que jogar, tem que estar, tem que viajar com muitas pessoas que não fazem exame, em aeroporto. Mas agora a gente tem que jogar e fazer de tudo para ficar focado no campo. Isso é agora o que mais importa”, explicou.

Diferenças entre o futebol brasileiro e o uruguaio

Por fim, Michel Araújo foi perguntado sobre as diferenças entre Brasil e Uruguai no futebol. De acordo com o jogador, a principal diferença está no ritmo do jogo.

“No Uruguai conseguia pegar a bola e não perdia tanto a bola como aqui. Aqui a intensidade é muito rápida, tem muito mais marcação que no Uruguai. Tanto tempo cortando o jogo, se não conseguir pegar a bola. A gente tem que sair jogando, tem que sair tentando. Temos um bom time com muita qualidade, para sair na frente, para jogar bons jogos e acredito que esse é o principal agora”, completou.

Pelo Fluminense, Michel Araújo disputou até o momento 12 jogos, com um gol marcado no primeiro dos amistosos da Solidariedade contra o Botafogo. Destes apenas dois foram como titular.

 


Compartilhe

Lucas Meireles

Jornalista formado pela UFRRJ, apaixonado por esportes e pelas boas histórias.

4 thoughts on “Fala, Jogador — Michel Araújo: “Eu sinto que estou preparado para ser titular”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *