Fluminense paga dívida, encerra processo do Samorin e afasta possibilidade de punição na FIFA

Compartilhe

O Fluminense pagou aproximadamente R$3,5 milhões para encerrar o processo movido pelo Samorin no Tribunal Arbitral do Esporte (TAS), na Suíça. Com o pagamento da dívida, o clube afasta a possibilidade de punições na FIFA, como perda de pontos e proibição da inscrição de jogadores. A informação foi dada primeiro pelo “ge” e depois confirmada através de uma nota oficial emitida pelo Fluminense.

O Samorin é um clube da Eslováquia que fechou uma parceria com o Fluminense em 2017 e que tinha como principal objetivo formar uma filial tricolor na Europa, com intercâmbio de atletas e membros das comissões técnicas de Xerém. No entanto, com pouco investimento, o Fluminense não conseguiu cumprir com sua parte referente aos valores acordados e a parceria chegou ao fim em 2019.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Umas das camisas usadas pelo Fluminense Samorin  (Foto: Ivan Raupp)

O Samorin, por sua vez, entrou com a cobrança na FIFA cobrando 2,5 milhões de euros (aproximadamente R$15,7 milhões da cotação atual). O Fluminense, no entanto, só foi notificado pelo Comitê Disciplinar da entidade no mês passado e com o prazo de 30 dias para quitar o valor devido.

Após litígios judiciais, o Fluminense conseguiu reduzir a dívida em 78%, mas teve que pagá-la à vista e em dinheiro. Dessa forma, o clube afastou qualquer possibilidade de aplicação de eventuais sansões disciplinares.

Foto: Ivan Raupp


Compartilhe

One thought on “Fluminense paga dívida, encerra processo do Samorin e afasta possibilidade de punição na FIFA

  • 11/11/2021 em 11:41
    Permalink

    Alguma informação sobre a dívida do Sornoza e Orejuela ?

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.