Diniz destaca Unión, mas admite: “Um ponto só é muito ruim para nós”

Compartilhe

Em partida iniciada às 19h15 de ontem, o Fluminense foi até a Argentina com a missão de pontuar – com uma vitória de preferência – diante do Unión Santa Fe, para se manter vivo na Sul-Americana. O que se viu no Estádio 15 de Abril, entretanto, foi uma partida muito abaixo do Tricolor, que não saiu do zero com o rival argentino. Com o resultado, a equipe comandada por Fernando Diniz vai para a última rodada dependendo de uma complicada matemática para avançar. Após o jogo, o comandante Tricolor concedeu entrevista coletiva e admitiu a má atuação da equipe.

Flu não saiu do zero com o Unión Santa Fe
Flu não acertou o gol do Unión e se complicou na Sula – Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

O Fluminense entrou em campo na noite de ontem contra o Unión Santa Fe com uma difícil tarefa para avançar às oitavas da Sul-Americana. Após o jogo, no entanto, a tarefa se tornou uma missão quase impossível. No Estádio 15 de Abril, os comandados de Fernando Diniz tiveram a noite mais apagada sob o comando do novo treinador e sequer acertaram o gol adversário em pouco mais de 90 minutos de peleja. O empate não eliminou o Flu, mas o obriga a torcer por um empate entre Junior Barranquilla e Unión Santa Fe e de um vitória sobre o Oriente Petrolero por 6×0 ou por uma diferença de cinco gols.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Em entrevista coletiva pós jogo, o técnico Fernando Diniz reconheceu a má atuação de sua equipe na Argentina e destacou a força do adversário:

“Um ponto só é muito ruim para nós, porque ficamos dependendo agora um tanto do resultado lá do empate entre Barranquilla e Unión. Quanto ao jogo, era difícil jogar aqui. Assisti a vários jogos aqui, e em seu estádio é uma equipe muito difícil de jogar contra. Ganharam do River Plate, é muito difícil perderem pontos aqui. Eu concordo que tivemos muita posse (de bola) e pouca profundidade. Faltou profundidade ao time. Um pouco por conta do time, um pouco por conta da marcação bem feita que o Unión fez”.

Diniz segue sem perder sob o comando Tricolor
Diniz em coletiva de imprensa pós jogo na Argentina – Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

Perguntado se a atuação da equipe adversária foi uma surpresa, Diniz negou e admitiu que o empate foi um resultado justo pelo que foi a partida:

“O jogo daqui não surpreendeu em nada. Já esperávamos que fosse assim, muita pressão da torcida, muita bola longa, um time bastante vertical, que não troca muito passe e tenta chegar ao gol de maneira direta. Então nem na parte tática nem no ambiente emocional do jogo não teve surpresa alguma. A gente queria ter jogado um pouco melhor tecnicamente para poder conseguir vencer. Faltou um pouco de profundidade ao nosso time hoje, mas o espírito de luta, que é a base principal, a gente teve do começo ao final do jogo. O empate acabou sendo justo”.

A situação do Time de Guerreiros na Sul-Americana é crítica. Ocupando a terceira colocação do grupo com oito pontos em cinco jogos. Diniz, então, fez um balanço sobre o que foi primordial para a decepcionante campanha da equipe na competição e disse ainda acreditar numa classificação:

“Futebol é assim, é uma coisa que acontece. O jogo que mais fez falta foi o empate em casa contra o Unión, e também o saldo lá de 3 a 0 contra o Barranquilla. São coisas que acontecem no futebol. A gente veio como candidato a ser primeiro, mas é um grupo muito forte, tem três equipes brigando pela classificação. Esse grupo da Sul-Americana é muito mais forte que muitos da Libertadores. Éramos candidatos, mas tinha adversários fortes. Tínhamos que ter pontuado o máximo em casa para poder seguir e ter mais chances de classificação. Mas ainda temos e vamos acreditar até o final”.

Diniz completou cinco jogos pelo Flu em 2022 contra o Unión
Diniz admitiu situação delicada, mas destacou ainda ser possível buscar classificação – Foto: MAILSON SANTANA/FLUMINENSE FC

A última rodada da fase de grupos da Sul-Americana está marcada para acontecer na quinta-feira, dia 26 de maio. Às 21h30, o Fluminense visita o Oriente Petrolero e no mesmo horário, Junior Barranquilla e Unión Santa Fe se enfrentam na Colômbia.

ST


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.