Com gol contra, Fluminense vence Atlético-GO pelo jogo de ida da Copa do Brasil

Compartilhe

Um gol contra garantiu a vitória do Fluminense, nesta quarta-feira (16), diante do Atlético-GO no primeiro jogo da quarta-fase da Copa do Brasil. Em uma partida de pouca inspiração pelo lado Tricolor, o zagueiro João Victor, no segundo tempo, jogou contra o próprio patrimônio.

Em um jogo com mais erros que acertos, a história da partida pode ser contada através de conjunções adversativas. Como, por exemplo, “mas”, “porém”, “no entanto”, “contudo” e etc.

O início lembrou bastante o confronto de duas semanas atrás. O Fluminense adiantava a marcação na tentativa de roubar a bola ainda no campo de defesa do Atlético-GO. Mas, diferentemente do empate pelo Brasileirão, o gol não saiu cedo.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

O Tricolor teve dificuldades para encontrar espaços na defesa do Dragão. Aos 10, Nenê levantou e Luiz Henrique, improvisado como centroavante, raspou de cabeça e Welington Silva tentou o desvio. No entanto, o camisa 17 não conseguiu cabecear na direção do gol.

Enquanto o Flu mantinha a posse de bola, sem levar perigo, o recuado Atlético-GO apostava nos contra-ataques. O Dragão tentou pelo menos três arrancadas em velocidade na primeira etapa. Entretanto, Muriel, Nino e Egídio estiveram atentos para não impedir as finalizações.

Na melhor chance dos goianos, aos 30, Janderson cruzou para o artilheiro Renato Kayser. O centroavante tentou um peixinho, porém, não conseguiu acertar a meta defendida por Muriel.

Luiz Henrique improvisado como centroavante
Improvisado como centroavante, Luiz Henrique teve uma oportunidade aos 35. Após cruzamento de Egídio, a bola sobrou para o atacante, que chutou forte. Explodindo em Oliveira e saindo para escanteio. (Foto: Reprodução/Fluminense Football Club)

Três minutos depois, o Flu teria sua melhor em uma bola parada. Nenê cobrou falta com categoria, no ângulo de Jean. No entanto, o arqueiro do Dragão conseguiu fazer uma grande defesa.

Assim, terminava uma primeira etapa de poucas emoções no Maracanã.

Fluminense muda, mas gol contra do Atlético-GO decide partida

O técnico Odair Hellmann voltou com Marcos Paulo no lugar de Michel Araújo. Aos 13 minutos, o treinador também colocou Paulo Henrique Ganso e Miguel nos lugares de Nenê e Welington Silva, respectivamente.

Mas as substituições não mudaram o panorama do jogo. Ganso e Miguel melhoraram a transição ofensiva, contudo, a parede atleticana continuava impedindo as chegadas do Flu. Marcos Paulo até tentou quebrar as linhas em um lançamento para Luiz Henrique. Só que o goleiro Jean chegou antes do camisa 34.

Quando a partida parecia se encaminhar para um 0 a 0, o Flu conseguiu abrir o placar. Aos 31, Egídio cobrou escanteio, no entanto, foi o zagueiro João Victor quem cabeceou contra o próprio patrimônio. Um gol contra no Maracanã.

https://twitter.com/mundodabolaec/status/1306414468633702400

Logo após o gol, o Fluminense até tentou aumentar o volume, mas sem sucesso. Com o placar em vantagem, Odair Hellmann ainda colocou em campo os volantes Yago Felipe e André — este último estreando em uma partida oficial — nos lugares de Luiz Henrique, exausto, e Dodi.

O camisa 20 ainda teve uma oportunidade, contudo, bateu fraquinho nas mãos de Jean. No fim, o resultado terminaria mesmo 1 a 0 para o Fluminense. Sendo assim, o Flu joga pelo empate no confronto de volta, no próximo dia (24), no Estádio Olímpico.

ST


Compartilhe

Lucas Meireles

Jornalista formado pela UFRRJ, apaixonado por esportes e pelas boas histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.