SOB A LUZ DO REFLETOR – Quase Achando o Time ideal!

Compartilhe

Depois de vários testes no início da temporada, no Campeonato Carioca, Abel se aproxima do time ideal do Fluminense para o resto do ano. É óbvio que, time que deseja ser campeão precisa de elenco. São raríssimas exceções de campeões que conseguiram seu sucesso com apenas um ou outro reserva importante. A temporada é longa e dura, com muitas competições ao mesmo tempo, sem intervalo para recuperação de lesionados e com suspensões a vista. Mas se tratando de time titular, Abel vem no embalo para acertar de vez, assim espero.

Na defesa, mesmo com a evolução do Lucas Claro, tentando atuar da mesma maneira da temporada de 2020, quando foi muito bem, os dois titulares indiscutíveis hoje são Nino e David Braz. Eu até acho que poderíamos ter um time melhor sem o Felipe Mello, mas ele já demonstrou seu valor e sua experiência já deu um upgrade ao Flu. Portanto Abel deve insistir com 3 zagueiros com a opção sempre presente de subir um pouco o Felipe para a área dos volantes, ocupando mais o meio de campo. Alteração tática que o mesmo gosta de frisar que consegue fazer sem substituição. Bom ponto.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Nas laterais Callegari pediu passagem e assumiu a titularidade. É o que tem de melhor, sendo muitas vezes ala, quando jogamos com 3 zagueiros. O mesmo acontece na esquerda. Apesar das criticas, muitas de forma preconceituosa pelo preço da aquisição, como se o jogador tivesse culpa por isso, Cris Silva vem atuando razoavelmente bem ao meu ver. Tivemos atuações desastrosas pelo setor em 2021 e não vi ainda Cris repetindo os “feitos” dos antecessores na lateral. Ainda é pouco? É sim, mas podemos ter uma evolução, já que o atleta vem de um outro país e sentiu a camisa pesada no início.

No meio de campo Abel precisa ceder as atuações do Arias. Jogando com 3 zagueiros, ou mesmo adiantando o Felipe Melo, não dá para ele fechar esse meio com mais dois volantes e largar dois veteranos na frente, junto com o nosso melhor jogador ofensivo Luís Henrique. Precisamos de mais velocidade e armação no setor, Arias vem jogando bem em praticamente todos os jogos que entra. Contrário do Bigode e Fred. Abel teve seu trabalho facilitado com a contusão do nosso ídolo Fred, apesar de que ele fará falta no banco de reservas, pelo apoio moral, pelo medo que gera nos adversários e podendo ser uma opção sempre para segundo tempo, mas fica claro que o Cano dá uma movimentação diferente ao setor, sendo opção duas ou mais vezes por jogo para fazer o gol. Cano está sempre lá e mesmo perdendo alguns, deveria ser nosso titular absoluto, inclusive com o Fred disponível.

Então Abel tem uma tarefa a fazer para alcançar o time ideal: Trocar Bigode pelo Arias. Cano já será titular. Ficaremos assim: Fábio (sim, não dá para ser outro depois de algumas performances), Nino, Felipe, Braz; Callegari, Yago, André, Arias e Cris; LH e Cano. 5 3 2 clássico. Ainda tem a possibilidade de trocar Yago por Martinelli. Confesso que tenho dúvidas apesar da evolução clara do Martinelli. Yago tem um pulmão absurdo e consegue chegar em vários pontos do campo. De qualquer forma, um deve substituir o outro quase sempre.

Esse detalhe é outro ponto positivo: Nosso elenco vem permitindo boas substituições. Uma já citei, Yago por Martinelli. Temos ainda Gabriel Teixeira, Fred e Bigode para frente, caso Abel concorde com meu time. Na armação, Ganso pode ajudar, já que temos o verde da esperança na nossa bandeira. Nas laterais tem Pineida e Xavier. Na defesa Lucas Claro. Para volante Nonato e a mexida tática subindo Felipe Melo para a posição. Até no gol temos o Marcos Felipe. Jonh Kennedy e outros garotos da base, sempre na espreita por uma chance.

Elenco encorpou e entendo que o Abel vem fazendo um bom trabalho em busca do melhor time, trocando aos poucos, sentindo quem está no seu melhor momento e mantendo a união do grupo.

Terça é jogo para fazermos o carnaval que não teremos (oficialmente). Que nosso time entre forte e garanta a festa da torcida, sem maiores sustos.

Toque Curto:

  • A torcida ainda não entendeu as explicações para esse jogo da Liberta ser em São Januário. Absurdo sem lógica. Ganhamos tudo no Engenhão, um estádio muito mais acolhedor  e preparado. Com a palavra nosso presidente, mas não adianta jogar nas costas da comissão técnica, ou chama ela para justificar.
  • Podíamos ter matado o confronto no jogo na Colômbia, ainda mais com um jogador a menos. Porém não podemos esquecer da altitude. Dois chutes de fora da área, traiçoeiros, jogava tudo a perder. Conhecemos bem esse filme. Importante vitória para garantir a vaga aqui.
  • Falta calibrar um pouco o LH para esse garoto virar um monstro. Um pouquinho mais de calma na finalização das jogadas, inclusive para o gol.
  • Fábio….sem comentários. Fazendo jus a contratação, apesar da idade.
  • Dr Secador não vai ao jogo….Não é sócio torcedor. E vc?

SDT


Compartilhe

One thought on “SOB A LUZ DO REFLETOR – Quase Achando o Time ideal!

  • 25/02/2022 em 17:42
    Permalink

    Fala meu grande amigo tricolor.

    Por mais que o Fabio tenha sido extremamente importante na defesa do penal na última partida.
    Continuo a considerar o Marcos Felipe titular pela meritocracia.
    Concorde com a escolha do Fabio pela experiência e pelo jogo na altitude.
    Mas em condições normais, escolheria o Marcos Felipe como titular.

    No mais, texto ótimo! vamos ganhar do Vasco amanhã e terça é Guerra!
    Saudações Tricolores

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.