Se Robinho não for bem em Bangladesh, vai ser devolvido ao Atibaia

Compartilhe

=Mais uma vez, o atacante Robinho não vai retornar ao Fluminense. De acordo com o diretor executivo do clube, Paulo Angioni, o jogador vai ser emprestado a um clube de Bangladesh. Mas se não se firmar no futebol asiático, o atacante vai ser devolvido ao Atibaia, clube de origem.

Contratado por R$ 7 milhões de reais em 2017, Robinho se destacava no Figueirense sobretudo pela velocidade e habilidade. Mas o atacante, de 25 anos,  esteve longe de despontar com a camisa tricolor. Para Paulo Angioni, o jogador “foi uma contratação cara e pela resposta que foi dada, ficou mais cara ainda”.

Robinho então tem colecionado empréstimos. Tendo passado por América-MG, CSA, Vila Nova e, mais recentemente, Água Santa, onde disputou nove jogos pelo Campeonato Paulista, sendo três como titular, e marcou dois gols.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Segundo o executivo, em todos estas negociações, o Fluminense teve de arcar com parte dos salários. O diretor do Flu também confirmou uma proposta de empréstimo com opção de compra de uma equipe de Bangladesh. Angioni não disse o nome do clube, mas especula-se que seja Bashundhara Kings, mesmo clube de um antigo desejo do Tricolor, o argentino Hernan Barcos.

“Hoje a gente tem essa proposta de um clube de Bangladesh. Ele (Robinho) está emprestado ao Água Santa, o contrato teve que ser estendido lá também (por causa da pandemia). Mas, com ele voltando, vai para o clube de Bangladesh e, pela primeira vez, o clube vai pagar o salário integral dele. Nesse período, se ele se der bem lá, o Fluminense vai se ressarcir do valor pago pelo jogador. Até porque isso seria bom para o Fluminense e para o atleta dar continuidade na sua carreira”, disse o dirigente em entrevista ao podcast do “GE“.

Caso não se firme, Robinho vai ser devolvido ao Atibaia

O diretor pareceu confiante sobre as possibilidades de Robinho permanecer no futebol asiático. No entanto, o dirigente afirma ter um plano no caso dos bangladeshianos não ficarem com o atleta ao final do empréstimo.

De acordo com o executivo, a solução vai ser devolver o atacante ao Atibaia, com quem o Fluminense ainda detém uma dívida de cerca de R$ 3,7 milhões de reais.

“Caso não der certo, o Fluminense vai abrir mão dos direitos econômicos. A gente vai abrir mão de 20% dos direitos econômicos, vai continuar com 30%, não vai pagar os salários dele e vai devolver ao clube de origem que é o Atibaia”, explicou Angioni.

Desde que chegou ao Fluminense, Robinho disputou 29 jogos, sendo apenas cinco como titular, tendo balançado as redes somente três vezes.


Compartilhe

Lucas Meireles

Jornalista formado pela UFRRJ, apaixonado por esportes e pelas boas histórias.

5 thoughts on “Se Robinho não for bem em Bangladesh, vai ser devolvido ao Atibaia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *