Mário explica como anda o projeto de revitalização de Laranjeiras

Compartilhe

Ao ser questionado sobre uma possível recusa de um projeto e como anda a reforma, na entrevista coletiva de hoje, o presidente tricolor explicou para os jornalistas como anda o processo de revitalização do estádio.

“Sobre Laranjeiras, o tema, se tornou político. Toda as vezes que o Flu tem um revez, ou insatisfação, o tema é utilizado para tirar a tenção da gestão. Aí, se manda maquete, se manda foto (alguns veículos), ai quando eu me coloco verdadeiramente e realista, as pessoas, fazem politia dizendo que sou contra. Em nenhum momento ao longo da minha história no clube e no meu plano de gestão eu falei que ia fazer um novo estádio em laranjeiras. meu plano de gestão dizia revitalizar o patrimônio. Isso não significa fazer a vontade de alguém sem nenhum embasamento técnico. É uma discussão embrionária. Algo teórico de se poder voltar a jogar em Laranjeiras. Como sou sempre transparente, nunca disse que íamos sair do Maracanã. Laranjeiras poderia ser uma alternativa para alguns jogos nossos. Algumas pessoas falam para mim para jogarmos os jogos deficitários. Desculpa, mas isso tem que acabar. É o inverso! Estão me propondo construir um estadio para jogos deficitários. Se você conta isso para qualquer especialista em finanças, ele via dar gargalhada. Um clube que tem um monte de dificuldades, está falando de construir um novo equipamento para jogos deficitários?”

“Ontem, recebemos um grupo de pessoas que aprestaram um projeto para que o estádio possa ter 12 mil espectadores. O Flu apoia o estudo para eles arrecadem receitas para ver se esse estudo é viável. Para ficar bem claro! nossa equipe interna que cuida de arenas e estádios, não vê um estadio de 12/14 mil pessoas nas laranjeiras consiga se pagar naquele lugar, isso DEPOIS que ele estiver pronto. Existe uma discussão interna e eu falei ao grupo que após a pandemia, nós vamos fazer uma nova reunião entre o grupo e o nosso projeto para que a nossa equipe mostre ao grupo, com todo respeito, ninguém ali trabalha em arena ou jamais geriu uma arena. Então, vou colocar nossos especialistas e nossa equipe para mostrar ao grupo, os entendimentos de quem trabalha com isso.”

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

”Nenhum clube grande (o Fluminense é gigante) do Brasil que desenvolve o programa de sócio futebol no Brasil, caminha para ter uma arena menor do que 40 mil lugares. Nós temos um contrato hoje com uma arena de 60 mil lugares e vamos discutir uma arena de 12? Não é que sou contra. Eu sou realista. Se nós revitalizarmos Laranjeiras para 8, 15, 6,12 mil, nós teremos resultado positivo? Ninguém tem esse estudo. É uma discussão embrionária.”

Isso virou uma obsessão, mas com todo respeito, no momento atual que o clube passa, de dificuldades financeiras e de reconstrução, o clube vai priorizar desenvolver times de futebol. Porque é o que ganha título! Estou aqui trabalhando para que a gente volte a ter times competitivos e brigar na parte de cima da tabela. Não há nenhum dado técnico comprovado que revitalizar Laranjeiras vai mudar a vida do Fluminense, ou superávit. 

”Já te adianto que o projeto que eu vinha falado é que os jogos do Sub-20, futebol feminino e os jogos do Sub-23, que vão começar em outubro, o Flu vai jogar lá em Laranjeiras. Mas ainda não há como comportar times profissionais. Ainda há muito para ser feito. Vestiários, arquibancadas, precisa ainda de muitas reformas. Tem 11 tipos de gramas plantadas ali. Eu não vou iludir ninguém. Eu não sou contra a revitalização, eu sou tricolor como tantos e tantos. Lá é nosso patrimônio, nossa casa. Mas não há ainda como passar qualquer tipo de estudo comprovado de que reformar Laranjeiras vai gerar retorno para o Flu. Agora, fazer política dizendo que sou contra esse projeto e ficar tentando iludir o torcedor que  vamos ter um estádio para 15 mil pessoas daqui a há 6 meses, isso não vai acontecer. Quando voltaremos a falar do tema tecnicamente, vocês serão informados.”

ST

 


Compartilhe

7 thoughts on “Mário explica como anda o projeto de revitalização de Laranjeiras

  • 07/08/2020 em 15:00
    Permalink

    Eu quero saber que matemática você fez ou curso de arena … a gora pagar sem público hoje no Maracanã 150000… cada jogo vamos quebrar no brasileirão e com publico pagase… 400000.. e média da nosa torcida 23000.. aclamando com essa violência no rio meu amigo hoje com serteza as Laranjeiras e o melhor caminho… st..

    Resposta
    • 07/08/2020 em 16:25
      Permalink

      MB, Falou bobagem! jogos contra os pequenos no Maracanã, trazem um prejuízo absurdo! só o que o Fluminense paga, com o prejuízo de pequenos públicos no Maracanã, já seria viável reformar as Laranjeiras.
      os jogos do estadual (exceto clássicos) poderiam ser jogados nas Laranjeiras.

      Resposta
      • 07/08/2020 em 19:41
        Permalink

        Mário Lacrador, como assim não seria viável o fluminense receber DE GRAÇA laranjeiras totalmente revitalizada e pronta para jogos oficiais?? Por que então você usou o projeto na sua campanha??
        Esse presidente é um bundão!! Farinha do mesmo saco dos últimos presidentes.

        Resposta
    • 07/08/2020 em 18:47
      Permalink

      A revitalização sem o comprometimento financeiro do clube é viável para quaisquer nrs. Se o quê o grupo que levou o projeto é verdade, o Fluminense não gastará o dinheiro que não tem. Então, a revitalização é também a preservação do patrimônio tombado. Se só as divisões de base e o feminino jogarem e, utilizarem para shows, já tá pago.

      Resposta
  • 07/08/2020 em 17:09
    Permalink

    A maior prova de que o Mario Lacrador falou asneira está na frase “estão me propondo construir um estadio para jogos deficitários”. Estão porque sabem que em Laranjeiras esses jogos não serão mais deficitários. Como ele fala uma estupidez dessas, dizendo que Laranjeiras, berço do futebol e patrimônio tricolor, não se paga? Baseado nos mesmos flamenguistas e vascaínos da Flusócio que ele NÃO demitiu (aliás, fala em diminuir custos mas desde que entrou DOBROU a folha de pagamento do famigerado cabide de vagabundos flusocianos, o maldito “Backoffice”), e que maquiaram as contas do Peter e do Abad pra serem aprovadas e esconderem o rombo de UM BILHÃO DE REAIS que o clube tem? Se esse discípulo do Peter Siemsen fosse “realista e verdadeiro” como falaciosamente disse, teria era convocado o MINISTÉRIO PÚBLICO pra investigar os últimos quarenta anos do Flu. Mas isso é pedir demais pra quem esconde valores de vendas como um político desvia verbas. O sonho da torcida arco-íris que é sócia do Flu pra afundar o futebol no cDel e na presidência é, justamente, ver Laranjeiras desabar e, com isso, destombar o estádio e vender pra ser um Shopping ou uma extensão do maldito social que afundou o Fluminense nas últimas quatro décadas. Mario Flusócio e seus asseclas não são melhores que os presidentes escusos que o antecederam. Só tem um ego gigantesco, uma língua afiada e uma falácia em dia, nada mais.

    Resposta
    • 07/08/2020 em 19:30
      Permalink

      Ô Paulo Guedes… Um BILHÃO de reais? Tem certeza? Não seriam três? Oito? Quatorze?

      Resposta
  • 07/08/2020 em 18:47
    Permalink

    A revitalização sem o comprometimento financeiro do clube é viável para quaisquer nrs. Se o quê o grupo que levou o projeto é verdade, o Fluminense não gastará o dinheiro que não tem. Então, a revitalização é também a preservação do patrimônio tombado. Se só as divisões de base e o feminino jogarem e, utilizarem para shows, já tá pago.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *