Joia de Xerém, Luany é jogadora que mais atuou pela base tricolor

Compartilhe

Da mesma forma como Xerém é referência nas categorias de base masculinas, também é na feminina. Luany Rosa é um dos destaques do time do Fluminense, sendo peça chave para a equipe campeã nacional sub-18 e integrando já o adulto.

Luany começou a jogar com 7 anos de idade e entrou para o Daminhas da Bola aos 15. Chegou ao Fluminense em 2019 e inicialmente atuava como lateral esquerda, posteriormente passando a rodar pelas demais posições. Alguns de seus diferenciais são a versatilidade e o bom fundamento com os dois pés.

A jogadora hoje atua no meio campo, caindo mais pela esquerda. Suas principais características são a marcação, a velocidade, qualidade de passe e visão de jogo. Por ser uma jogadora de muita técnica, Luany está presente desde o campo defensivo até a área adversária, auxiliando tanto na saída de bola e na transição ofensiva, quanto no ataque, construindo jogadas e fazendo boas finalizações. A jogadora também se destaca sem a bola nos pés, pois é uma grande marcadora e mostra comprometimento com a recomposição defensiva.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Foto: Adriano Fontes/FFC

Ao lado de Luiza Travassos e Núbia, Luany foi a atleta que mais vestiu a camisa do Fluminense no sub-18. Confira os números:

  • 29 jogos, sendo 28 como titular;
  • 6 gols – 3 pelo Brasileirão sub-18 em 2019 e 3 pela edição de 2020

Das jogadoras que integram o sub-18 atualmente, ela só jogou menos jogos pelo time principal do que Tarciane, que atuou 14 vezes:

  • 9 jogos, sendo 7 como titular;
  • 0 gol.

Levando em conta também as atletas do time adulto, Luany é a segunda que mais vestiu a camisa do Fluminense, tendo entrado em campo 36 vezes. Mais do que ela, somente Tarciane, com 41 atuações e, em terceiro, Kelly, camisa 10, com 32.

O bom desempenho em campo rendeu convocações desde cedo. A primeira vez em que seu nome apareceu na lista foi para a seleção sub-17, da treinadora Simone Jatobá, quando foi convocada para um período de treinamento na Granja Comary em dezembro de 2019. Em 2020, houve convocação em janeiro antes da paralisação por conta da pandemia de Covid-19, quando foi novamente chamada para treinar. Após a paralisação foram três novas convocações para a categoria, em agosto e outubro visando a preparação para o campeonato Sul-Americano da categoria, e em novembro, em jogos amistosos. Destaca-se que a jogadora foi convocada primeiro como meia (11/19), depois como atacante (12/19 e 1/20), então como lateral (8/20) e, por fim, firmou-se como meio-campista.

Luany na vitória do Brasil sobre o Chile. Foto: Laura Zago/CBF

Números pela seleção sub-17:

  • 6 convocações;
  • 2 jogos preparatórios, ambos sendo titular (Brasil 3 x 1 Chile; Brasil 1 x 0 Chile)
  • 1 gol (vídeo abaixo)

Pela seleção sub-20:

  • 2 convocações;
  • 2 jogos preparatórios (Brasil 1 x 0 México; Brasil 1 x 0 México)

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *