Jair Bolsonaro faz apelo a Marcello Crivella pela volta do futebol

Compartilhe

O presidente Jair Bolsonaro se reuniu com o prefeito do Rio de Janeiro, Marcello Crivella, em Brasília. Um dos assuntos tratados pelos políticos foi a volta do futebol. E o presidente voltou a se manifestar a favor da volta dos jogos, ainda que sem torcida. O anúncio foi feita em uma live, nas redes sociais do presidente, que alegou que a decisão está na mão de Crivella, e que os jogadores querem a volta dos jogos:

“Em um primeiro momento, tinha muito jogador que era contra. Agora já tem um outro entendimento dos jogadores, obviamente sem torcida. Está nas mãos do prefeito Marcelo Crivella isso.”

Bolsonaro também alegou que o Ministério da Saúde, comandado pelo general Eduardo Pazuello, se mostra favorável ao retorno dos jogos, ainda que sem torcida:

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

“No que depender do Ministério da Saúde, o ministério também é favorável a dar um parecer nesse sentido. Para que a gente possa assistir a um futebolzinho no sábado, domingo – afirmou. – Os jogadores querem. O que interessa é isso: os jogadores querem voltar a jogar. E afinal de contas, não sabe até quando vai esta pandemia e todo mundo pede por isso aí. Espero que o Marcelo Crivella resolva autorizar a volta do Campeonato Carioca. Espero que o mesmo aconteça nos demais estados.”

Na saída do Palácio do Alvorada, o prefeito Marcello Crivella também se manifestou. Ele pretende voltar com as atividades econômicas a partir do próximo dias:

“Nós todos sentamos, fizemos o projeto, e eu quero apresentar à comunidade científica para que, diante dos leitos que estamos abrindo e também da diminuição da curva de velocidade de contágio, nós possamos retomar a atividade no Rio”

Bolsonaro tem apoio do Flamengo e do Vasco pela volta das atividades. Fluminense e Botafogo se manifestaram contra e não assinaram o protocolo desenvolvido pela FFERJ. Até o dia de ontem, no Rio de Janeiro, eram 32 mil casos confirmados, com 3412 mortos. No Brasil, 310 mil casos confirmados e 20.047 óbitos.

Fonte: Globoesporte.com

ST

 


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *