É CAMPEÃO! Sub-20 vence o Vasco por 3×0 e fatura bicampeonato estadual

Compartilhe

Vence o Fluminense! Os garotos de Xerém venceram o Vasco pelo placar de 3×0 e com isso, o tricolor levantou o troféu de campeão carioca de 2022. Como conquistou também o título no ano passado, o Flu é bicampeão do torneio. Depois do revés por 2 a 1 no jogo de ida da final, em Laranjeiras, os Moleques de Xerém superaram o rival, por 3 a 0, em São Januário, com gols de Luan Brito, Diego Barbosa e Mateus Alves.

Ao levar a melhor sobre o rival pelo placar agregado de 4 a 2, nesta quinta-feira (04/08), o tricolor é segundo clube do Rio com mais títulos estaduais, com 19 conquistas.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

PRIMEIRO TEMPO

Nos instantes iniciais, em um vacilo do Vasco na saída de jogo, John Kennedy buscou a roubada de bola, mas o zagueiro conseguiu protegê-la para que ficasse nas mãos do goleiro. Aos 9 minutos, Abner balançou para cima da marcação, invadiu a área e rolou para John Kennedy finalizar sobre o zagueiro.

Aos 14, após arremesso manual de Justen, John Kennedy ensaiou o cabeceio, mas a zaga mandou para longe. Aos 16, em cobrança de falta, John Kennedy finalizou rasteiro, mandando à direita do goleiro.

Os Moleques de Xerém avançaram com ainda mais perigo aos 28 minutos, quando Luan Brito arrancou desde o meio-campo, levou a melhor contra o marcador e passou para John Kennedy dominar, limpar a jogada e encher o pé, obrigando o adversário a operar um milagre para impedir o gol tricolor.

Aos 43 minutos, Justen descolou o cruzamento em busca de John Kennedy. O goleiro, de soco, tirou a bola dali. Aos 47, no último lance, o Fluzão abriu o placar com um golaço. Lançado pelo goleiro Cayo Fellipe, Abner conseguiu o domínio, partiu para cima do adversário e achou belo passe para Luan Brito, livre, pegar de primeira e acertar o ângulo cruz-maltino.

SEGUNDO TEMPO

Aos 8 minutos, Davi Schuindt cobrou falta de longe, mas a bola subiu demais. Aos 11, após passe de Arthur, John Kennedy invadiu a área, limpou o lance e, ao finalizar, acabou travado pelo zagueiro. No instante seguinte, Abner cortou para o meio e, da entrada da área, mandou por cima.

Com um jogador a mais em campo a partir dos 13 minutos, quando o vascaíno Ray foi expulso, o Fluminense reforçou a pressão. De falta, John Kennedy finalizou com perigo, mandando à esquerda do goleiro.

Aos 27 minutos, de longe, Diego Barbosa arriscou a finalização, mas o adversário ficou com a bola. Na segunda tentativa, aos 28, Diego Barbosa levou a melhor e venceu o goleiro, ampliando a vantagem dos Moleques de Xerém no marcador: 2 a 0.

Os tricolores arrumaram mais uma grande chance aos 34, quando John Kennedy tabelou com Luan Brito, ficou cara a cara com o goleiro, mas o arremate saiu pela linha de fundo. Aos 42, Alexsander roubou a bola do adversário e serviu Mateus Alves, que ficou de frente para o goleiro e marcou o terceiro, garantindo o título tricolor.

A CAMPANHA

Vice-campeão da Taça Guanabara, com 24 pontos, o Fluminense acumulou sete vitórias, três empates e uma derrota, além de 21 gols pró e sete contra, sendo o clube com a melhor defesa do primeiro turno do Campeonato Carioca.

Nas quartas de final, o Tricolor despachou o Nova Iguaçu. Depois do revés por 2 a 1 no jogo de ida, na casa do adversário, os Moleques de Xerém golearam o rival, no Centro de Treinamento Vale das Laranjeiras, por 5 a 0.

Para chegar à finalíssima, a equipe comandada pelo técnico Guilherme Torres eliminou o Madureira. Após a igualdade em 1 a 1 no primeiro duelo, em Conselheiro Galvão, o Flu venceu o adversário, em casa, por 2 a 0.

Na decisão, o Fluzão reverteu o placar adverso de 2 a 0 sofrido em Laranjeiras ao ganhar o duelo de volta por 3 a 0, em São Januário.

PRÓXIMO JOGO

A equipe comandada pelo técnico Guilherme Torres volta a campo no domingo (07/08), quando enfrenta o Internacional, às 15h, em Morada dos Quero-Queros, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro.


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.