Fala, Odair: “Quero parabenizar a todos, estão entregando o máximo”

Compartilhe

Após partida apagada e empate em 0 a 0 contra o Bragantino, no Maracanã, Odair Hellmann falou sobre o desempenho da equipe em meio ao ano atípico e os vários desfalques por Covid-19, a opção de substituir Nenê ainda no intervalo, entre outras coisas. Além disso, o treinador destacou a entrega do grupo e frisou que as oscilações que, segundo ele, já normais em uma competição como o Campeonato Brasileiro, estão mais sujeitas a acontecer em meio a tantos desfalques.

“A preocupação é grande. O clube, desde o início, sempre teve uma postura de preservação e de retardar o início da competição, de possibilitar tudo para que a gente tivesse uma estrutura. Só que a gente convive com as pessoas. A Covid-19 está aumentando na sociedade toda, e isso entra no futebol. É uma dificuldade que outras equipes já passaram. Estamos tentando encontrar soluções. Penso que estamos conseguindo, com toda a dificuldade”

“A gente já teria dificuldades nesse segundo turno com todos à disposição. Tentamos treinar variações, possibilidades nos treinos. Quero parabenizar todos que estão nos jogos, porque são o grupo do Fluminense. Estão entregando o máximo, com esforço e personalidade. Vamos passar por oscilações, ainda mais sem ter todo o grupo à disposição. Estamos olhando para cima”

Em relação a substituição de Nenê, Odair disse que tentou dar variações à equipe, que não conseguiu se encontrar no primeiro tempo. De acordo com ele, com a alteração o Flu conseguiu se reencontrar na partida.

“Está faltando a possibilidade de ter todos à disposição, para fortalecer a equipe. Com isso, se fortalece as individualidades. O Nenê está dentro desse contexto. Está bem, não está sentindo nada. Tentamos uma construção mais curta e não conseguimos. Precise de um centroavante para ter imposição por dentro, com dois pontas agudos. Tanto que finalizamos mais no segundo tempo, fomos melhores.”

Foto: Mailson Santana/FFC

Com os vários desfalques, o Fluminense foi à campo com boa parte da equipe composta por jogadores formados em Xerém. Odair fez elogios aos que entraram na partida de hoje e, mesmo diante de todas as adversidades, conseguiram fazer um bom jogo. O volante Martinelli, por exemplo, fez sua estreia na equipe principal.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

“Satisfeito e orgulho. Estão dando resposta. Na transição de base para profissional, tentamos criar o melhor cenário possível, dentro de um time consistente, para proteger. Quando mexe muito forte na estrutura e precisa dos jogadores de forma mais rápida, é mais difícil. Estamos mexendo por obrigação, o que pode gerar dificuldades.”

Por fim, Odair valorizou a campanha que o Flu vem fazendo até o momento e disse que é preciso manter a tranquilidade para trabalhar.

“Estamos na parte de cima da tabela desde o início do campeonato, estamos bem. Ainda não acabou, não ganhamos nada, mas estamos bem. Precisamos continuar para olhar para trás e ver que conseguimos. Para isso, precisamos de tranquilidade e frieza. Seja na avaliação de um jogador, de um jogo, da parte tática. Eu, como treinador, preciso ter isso”, finalizou.


Compartilhe

2 thoughts on “Fala, Odair: “Quero parabenizar a todos, estão entregando o máximo”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.