Em volta desastrosa, Egídio é expulso no começo do jogo e Flu perde para o Volta Redonda

Compartilhe

Foi um péssimo retorno para o Flu. A derrota para o Volta Redonda fez o time perder a liderança geral da competição. E Fred não marcou em sua reestreia – ele tinha feito gol em todas suas estreias na carreira. O trabalho do Flu foi dificultado por Egídio, que logo no primeiro-tempo deu uma tesoura-voadora em Wallisson e foi expulso aos 15 minutos. Visivelmente fora de forma, o time tricolor encontrou muitas dificuldades na partida.

A jogo começou junto com a chuva. Logo na primeira dividida, um problema: Hudson sentiu, mas ficou em campo. O Flu manteve seu estilo de posse de bola (lidera a competição no quesito,  com 56% de tempo de bola), mas não conseguiu levar perigo nos primeiros minutos. Uma falta pela esquerda parecia promissora, mas se tornou um pesadelo: Gilberto perdeu a dividida, o Volta Redonda saiu no contra-ataque: Wallisson encontrou Pedrinho, que chutou para Muriel levar um frangasso. Volta Redonda 1-0.

Com 10 minutos, a primeira chance tricolor. A defesa do Volta Redonda bateu cabeça e a bola sobrou para Marcos Paulo na esquerda. O garoto bateu e a bola sobrou para Evanílson, que chutou em cima da zaga. Na sobra, Egídio chutou para fora. E aos 15, o camisa 6 deu uma tesoura inexplicável em Walisson e foi expulso. Com 18, nova chance: Gilberto cruzou, Hudson amaciou de cabeça e Evanílson completou, para fora. Aos 20, chance do Volta Redonda. Wallisson escapou e bateu de canhota. Muriel defendeu em dois tempos.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

O jogo seguiu com o Flu tentando, com extrema dificuldade, achar espaços. Foram poucas chances criadas: Marcos Paulo desperdiçou duas boas oportunidades pela esquerda.  Sem conseguir levar perigo, o Flu rodava a bola.E assim, abriram-se espaços para o time da Cidade do Aço, que tentava um contra-ataque para aumentar o placar. Num deles, Gilberto levou amarelo. Logo depois, Marcelo soltou uma pancada de longe e marcou o travessão de Muriel. O Flu voltou a finalizar aos 32 minutos: Nino roubou bola no ataque e achou Yago Felipe, que chutou longe do gol. Logo depois, uma falta pela esquerda: Ganso cruzou, mas a zaga afastou. O jogo continuou e o Flu teria uma boa chance, mas como a bola bateu no árbitro, o jogo foi paralisado para bola ao chão.

Com 33, Odair mexeu. Saiu Marcos Paulo e entrou Orinho. O time, que já estava mal, ficou mais perdido ainda. Não foram criadas chances. A única finalização foi uma cabeçada de Nino, após cruzamento de Ganso. O zagueiro ainda foi responsável por um susto: perdeu bola na zaga e quase saiu o segundo gol do Volta Redonda. Os 3 de acréscimo não tiveram emoções e as equipes foram para o intervalo com o placar em 1-0.

O jogo voltou com mais duas alterações para o Flu: saíram Fred e Yago, entraram Caio Paulista e Fernando Pacheco. O Flu tentava acelerar o jogo, mas não levou perigo até os 9 minutos. A primeira finalização foi uma cabeçada de Matheus Ferraz, após escanteio batido por PH Ganso. As mexidas deram mais velocidade ao time, que passou a achar mais espaços. Aos 14, Ganso serviu Pacheco, que chutou forte por cima. Com 15, mais uma mexida. Michel Araújo entrou no lugar de Ganso (o regulamento foi alterado para permitir 5 alterações).

Aos 22, o Flu teve sua melhor chance. E Caio perdeu um gol incrível: a bola foi bem trabalhada e Orinho cruzou na cabeça de Caio. O atacante cabeceou sozinho na pequena área, por cima. E quem não faz…. leva. A bola saiu, a zaga bateu cabeça e Saulo subiu mais alto que Orinho para cabecear pro gol. Volta Redonda 2-0. Com 22, mais chances pro Flu: Caio tocou pra trás, Gilberto furou, Hudson bateu e o goleiro largou. Michel Araújo pegou o rebote e na hora de chutar, foi derrubado. Os jogadores reclamaram bastante, mas o árbitro não marcou o pênalti. O jogo foi parado para atendimento de Alisson, jogador do Volta Redonda. Com 27, nova boa chance para Pacheco: saiu cara-cara, mas bateu em cima do goleiro Douglas. Odair ainda colocou Miguel no lugar de Evanílson.

O Flu ainda teve boas chances, mas sem muito perigo. O jogo terminou sem maiores emoções para nós, mas o Volta Redonda, com extrema facilidade, achou um contra-ataque para fazer o terceiro gol e matar o jogo.

Péssima atuação tricolor, péssimas mexidas de Odair, péssimo resultado.

ST!

 

 


Compartilhe

3 thoughts on “Em volta desastrosa, Egídio é expulso no começo do jogo e Flu perde para o Volta Redonda

  • 28/06/2020 em 21:42
    Permalink

    Apesar das falhas individuais ofensivas e defensivas que comprometeram o desempenho do time, o Odair não tem condições nenhuma de dirigir o Fluminense, hoje como sempre escalou mal e mexeu pior ainda, não era nem pra ter vindo, mas como veio já era pra ter saído quando fomos eliminados da sulamericana, repito o que disse antes da paralisação, ele não tem leitura de jogo, não tem visão nenhuma, é pragmático, com ele é o ano jogado fora.

    Resposta
  • 29/06/2020 em 17:30
    Permalink

    Vou dar uma de “advogado do diabo”: O cara do Volta R. empurrou o Egídio exatamente na hora da ‘voadora’. No lance do Michel Araujo (onde pediram toque de mão) o cara se projetou na frente do nosso meio campista e teve outro lance onde o zagueiro recuou a bola pro goleiro e nem os nossos jogadores perceberam nem o juiz viu. Mas, enfim. Quando a maré tá ruim, é melhor nem cobrar penalti não… Dia para o Fluminense esquecer.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.