€ 9mi + € 4mi – A iminente saída de Luiz Henrique e a pior crise da gestão

Compartilhe

Luiz Henrique está praticamente acertado com o Bétis. Apesar do jogador permanecer aqui nas Laranjeiras até o meio do ano, quando abre a janela, as negociações estão se encerrando e a iminente assinatura de contrato parece ser questão de tempo. Alias, negociações essas que se iniciaram no ano passado, passaram por toda a janela de transferências e culminaram com o vazamento de detalhes nesta semana.

O Flu receberá € 9 milhões (ou algo na casa dos R$ 50 milhões) fixos pelos direitos econômicos do jogador e terá de repassar 10% aos seus representantes, pela cláusula de exclusividade de venda. Ou seja, ao tricolor, restará € 8,1 milhões (ou R$ 45 milhões) respectivamente. Os outros € 4 milhões virão conforme Luiz Henrique for atingindo metas no Bétis – informações dos valores trazidos pelo GE e destrinchados pelo Gabriel Amaral, do Raiz Tricolor.

Necessitando, de acordo com metas do orçamento da temporada, fazer R$ 90 a R$ 100 milhões com a negociação de atletas, a diretoria tricolor viu frustrada a saída de Gabriel Teixeira e a não conclusão do negócio mexicano envolendo Nino. Ou seja, naquele momento foram US$ 2 mi (ou algo em torno de R$ 11 milhões) pela venda do atacante e US$ 4,5 mi (ou algo na casa dos R$ 24 milhões), pela venda do zagueiro. Dinheiro esse que faz falta.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

De acordo com o GE, a necessidade de se realizar a venda agora são pelos salários de fevereiro de jogadores e funcionários atrasados e a segunda parcela do 13º está atrasada.

Agora, a diretoria teicolor tem em mãos e maior crise institucional de sua era. Nem a saída de Celso Barros da pasta de futebol; eliminação da Sul-Americana para o La Calera; as contratações de jogadores questionáveis. Nada disso se compara ao movimento criado nas redes sociais cobrando a direção tricolor por essa negociação.

ST


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.