David Braz enaltece grupo e diz que título tricolor foi merecido:” Conquista merecida pela campanha que fizemos”

Compartilhe

Desde a sua chegada no ano passado, David Braz vem agradando não só ao treinador mas a torcida pela liderança exercida dentro de campo.

Na zona mista do Maracanã, o camisa 44 falou com os jornalistas no local sobre diversos temas. Mesmo sendo um atleta com inúmeros títulos na carreira, o defensor falou sobre o título carioca contra o Flamengo.

“Agradecer a Deus pela conquista. Foi uma conquista difícil mas merecida. Merecido pela campanha que fizemos no carioca. Ficamos 12 jogos (vitórias consecutivas) na temporada junto com as outras competições. Mas no carioca ficamos bastante tempo sem perder. Mesmo com as duas derrotas que tivemos na competição, o grupo não se abateu. Após a derrota para o Bangu ouvimos muitas coisas, mas tivemos uma mentalidade forte, sabendo que era um início de temporada. A derrota para o Botafogo fomos vaiados e criticados. Mas não deixamos que aquilo não nos atrapalhasse porque a gente tinha passado um momento difícil com a eliminação na pré libertadores. Isso deixou o grupo chateado. O projeto do clube não era só aquela competição (Libertadores). Temos um projeto grande na temporada que é brigar por todos os títulos. Conquistamos o primeiro (Carioca) merecidamente contra uma grande equipe. O Flamengo vinha de um Tricampeonato. Toda a equipe está de parabéns pela mentalidade forte que teve pela derrota para o Botafogo (Semifinal). Fizemos dois grandes jogos contra o Flamengo na final. Esquecemos tudo que foi falado e focamos nessas duas partidas (final contra o Flamengo) para conquistar o nosso objetivo que era ser campeão”

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

David Braz é o xerife da zaga tricolor
David Braz enaltece campanha do Fluminense no Estadual (Foto: Mailson Santana / Fluminense FC)

O defensor ainda lembrou de um jogo marcante para todo o torcedor tricolor e contou uma história sobre essa partida.

“Eu vou contar uma história para vocês. Eu tinha 8 anos nessa conquista (Carioca de 95). Eu sou de São Paulo, sou de Guarulhos. E a primeira vez que escutei um jogo do Fluminense foi nessa conquista. Porque antes disso, eu gostava de Fórmula 1. Eu era fã do Ayrton Senna, depois comecei a gostar de futebol devido a Copa de 94. E, em 1995, o Fluminense foi campeão carioca em cima do Flamengo com o gol de barriga do Renato (Gaúcho). Hoje eu falei com o Cadu (integrante da comissão e jogador do clube em 1995) e com o Ailton (deu o passe para o gol do Renato) que estavam naquela conquista:” A primeira vez que escutei um jogo do Fluminense foi na conquista que vocês participaram contra o Flamengo”. Hoje (Sábado) eu estou tendo uma grande oportunidade. Deus está me dando uma grande chance de viver esse momento. É emocionante porque eu vejo que foi Deus colocando essas coisas na minha cabeça (relembrar o título de 95) para viver o momento. Hoje Deus me deu essa oportunidade de conquistar esse título no Maracanã. Porque foi uma coisa que ouvi quando era criança. Já estou marmanjo demais para ficar me emocionando. Futebol é isso. Não tem idade para essa emoção. E aí muita gente vai falar “ pô, você está conquistando o Carioca”. Se eu não valorizar para as pequenas conquistas não vou ter capacidade para as grandes. Valorizar bastante esse título carioca para conquistar os grandes objetivos que teremos pela frente”

O zagueiro relembrou de uma fala, porém explicou o contexto da frase.

“Somos chamados de time de guerreiros, né ? Estamos vivendo um ano com uma guerra na Europa (Rússia x Ucrânia), né? Não quero que as pessoas venham misturar essas coisas. Eu usei uma frase “ Quer chamar para a guerra ? chama os guerreiros”. Mas porque somos chamados de time de guerreiros. Alguns vão querer (dar outro sentido a frase), não venha misturar isso aí. Mas nosso time é de guerreiros. Quando temos um desafio e estamos foçados, as críticas (contra o Botafogo) podem até ser merecidas, mas chegamos numa final. Eu falei para os jogadores não ficarem tristes pelas criticas, mas felizes por estar na final. Todos tinham o desejo de conquistar o título”

Outro ponto abordado na entrevista foi a construção do elenco e as críticas recebidas.

“A gente já tinha um grupo maravilhoso no ano passado. Sabemos da cobrança de vestir a camisa do clube. Camisa acostumada a sempre brigar por títulos. Sabemos que, nos últimos anos, o clube viveu momentos difíceis. Principalmente na parte financeira. Não conseguiam dar sequência no pagamento dos salários ou de manter jogadores. Por conta desses problemas. Enfim, o clube está procurando fazer da melhor maneira possível. (A diretoria)foi muito feliz esse ano ao trazer jogadores que haviam conquistados títulos por outros clubes. E juntos procuramos recebê-los da melhor maneira. Os moleques de Xerém têm muitas qualidades, grande futuro e são cheios de vontade de conquistar títulos”


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.