Copa do Brasil 2021 têm mudanças no regulamento e uma fase a menos

Compartilhe

Na última quinta-feira (14), a CBF realizou o sorteio para a final da Copa do Brasil 2020, que vai terminar só em 2021. O primeiro jogo tem mando do Grêmio enquanto o segundo e derradeiro acontece na casa do Palmeiras. Independente do campeão, um dia antes, a Entidade já havia anunciado mudanças para a 2021.

A principal mudança é que a competição vai ter uma fase a menos. Ao invés de quatro eliminatórias antes das oitavas-de-final, a Copa do Brasil vai contar com apenas três.

A primeira fase começa com 80 clubes que disputam 40 confrontos. Os vencedores duelam em mais 20 confrontos. O que nos leva a segunda grande mudança anunciada pela CBF.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Times da Libertadores entram mais cedo na Copa do Brasil 2021

Os 20 remanescentes, então, se juntam aos clubes da Copa Libertadores mais o campeão da Série B, o da Copa do Nordeste e o da Copa Verde 2020.

Esta configuração serve se houverem nove brasileiros classificados para o principal torneio continental da América do Sul. Se houver oito ou sete classificados, os mais bem classificados deste Campeonato Brasileiro também entram nesta fase.

Desde que a CBF optou por contar com os times da Libertadores na Copa do Brasil, os mesmos sempre entraram nas oitavas-de-final. Ou seja, neste novo formato, ao invés de quatro fases para ser campeão, os clubes vão precisar de cinco.

De acordo com o calendário da Confederação, está prevista para começar no dia 03 de Março. Mas o calendário pode sofrer alterações caso o Palmeiras conquiste a Copa Libertadores.


Compartilhe

Lucas Meireles

Jornalista formado pela UFRRJ, apaixonado por esportes e pelas boas histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.