Cano também demorou a engrenar nos gols em 2022

Compartilhe

Artilheiro do Brasil em 2022 com 44 gols, Germán Cano ainda não balançou as redes em 2023. Titular em duas das três primeira partidas até aqui, passou em branco nas vitórias sobre Resende e Madureira. Da mesma forma que aconteceu no ano anterior.

Em 2022, o centroavante argentino só foi marcar o seu primeiro com a camisa tricolor na vitória por 1 a 0 sobre o Audax pela terceira rodada da Taça Guanabara. Nos seus 12 primeiros jogos, por exemplo, o argentino balançou as redes quatro vezes. Ou seja, média de 0,3 por partida.

Foi só a partir do seu 13º jogo, quando marcou dois gols no confronto de ida contra o Olimpia pela pré-Libertadores que o camisa 14 começou a dizimar recordes pelo Tricolor.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Evolução dos gols de Cano pelo Fluminense em 2022
Quanto maior a curva a curva no gráfico, mais gols Cano marcou no período (Arte: Lucas Meireles/ST)

Em contrapartida, Cano anotou 11 nos 12 jogos finais da temporada. Uma média, portanto, de quase um gol por partida.

Ainda sem gols, Cano tem finalizado menos em 2023

Acostumado a concluir jogadas, Germán Cano terminou o Brasileirão com um média de 3,4 finalizações por jogo. Mas até aqui, o centroavante só finalizou quatro vezes nas duas partidas que disputou pelo Campeonato Carioca, de acordo com dados do Footstats — sendo três para fora e apenas uma no alvo. O centroavante está atrás em número de tentativas de Jhon Arias, com seis, além de Keno e Yago Felipe, com cinco cada.

Na estreia, contra o Resende, por exemplo, o Flu até chegou a creditar o primeiro gol do ano ao argentino. Só que o árbitro Yuri Elino Ferreira da Cruz assinalou como gol contra do zagueiro Joanderson. Sendo assim, Cano só finalizou uma vez na partida.

Já contra o Madureira foram mais três chances. Na melhor das opotunidades, cabeceou por cima do gol após o cruzamento de Calegari. Em outra, demorou a finalizar com a perna direita e chutou em cima do zagueiro. Por outro lado, acertou os sete passes que tentou em 12 toques na bola.

Cano na partida contra o Madureira (Foto: Marcelo Gonçalves/Fluminense FC)

ST


Compartilhe

Lucas Meireles

Jornalista formado pela UFRRJ, apaixonado por esportes e pelas boas histórias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *