Atacante revelado no Fluminense entra na justiça contra o clube

Compartilhe

Proveniente da base tricolor, o atacante Ramon Siqueira entrou na Justiça contra o Tricolor. O jovem de 21 anos, o jogador, que hoje joga pelo Gainare Tottori-JAP, atuou no Fluminense de 2006 à 2018. Segundo informações do jornal O Dia, Ramon e seu advogado Neimar Quesada, cobram do clube um total de R$ 233.856,89. Este valor é equivalente à salários atrasados, férias, 13º salário, FGTS e multas.

Primo do lateral Marcelo, ex-Fluminense e hoje no Real Madrid-ESP, Ramon também já defendeu CSA e Ryukyu-KAP. A cobrança é em cima de salários atrasados (R$ 61,2 mil); pagamento das férias (R$ 52 mil); soma dos 13º salários em (R$ 11 mil) e FGTS (R$ 36 mil). O atacante também cobra outros valores previstos em lei


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *