SOB A LUZ DO REFLETOR – Faltam Ajustes Finos

Compartilhe

Mais uma vitória e, com essa, a classificação para a terceira fase da Libertadores. São Januário lotado, uma boa vantagem adquirida no primeiro jogo na altitude, um jogo controlado, chato no primeiro tempo e no segundo lampejos que nos garantiram a vitória sem sustos. Agora são 10 vitórias seguidas, sendo 3 clássicos e 2 jogos pela Liberta.

Esse paragrafo acima é o resumo do início da temporada do Flu. Obviamente que é muito bom, mas poucos acreditam que estamos voando a ponto de estarmos prontos para o que vai chegar ainda.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Teremos as finais do Carioca e com isso mais clássicos para ganhar, se quisermos gritar “É campeão!”. Teremos provavelmente um Vasco ou Botafogo nas semifinais e o Fla na final. Apesar das 3 vitórias no clássicos até agora, não será fácil.

Teremos o Olímpia pela frente, decidindo fora de casa uma vaga para a fase de grupos da Liberta. Nós, que chegamos nas quartas ano passado, nem conseguimos imaginar ficar fora da fase de grupos, mas não será fácil.

Esses são os primeiros objetivos da temporada, que o time do Abelão precisa ultrapassar. Não adianta se ancorar nas 10 vitórias seguidas, na provável conquista da Taça Guanabara, que de nada vai valer se não tivermos sucesso como campeões carioca e classificados na Libertadores. Abelão sabe disso, macaco velho. O discurso na coletiva após a décima vitória é um desabafo. No fundo ele sabe que tem que fazer mais.

Não cabe mais não tentar a escalação de titular do Arias. Vira até injustiça com o colombiano. Daqui a pouco o cara desanima porque vai se perguntar: O que eu preciso fazer mais para ganhar a vaga? Abel necessita de mais qualidade no meio para armar melhor as jogadas e evitar os lançamentos longos que são constantes no Flu hoje. O jogo controlado de terça, poderia ter acabado mal, era só continuar tentando passar o tempo, como na primeira etapa, e levar um golpe de sorte do adversário, uma mão qualquer que um juiz ruim pode criar um penalti, uma expulsão injusta, um chute envesado do adversário…enfim, futebol é preciso resolver o jogo e não ficar dando mole para o azar.

Para isso o Flu precisa jogar mais e, principalmente, criar mais. Entendo que o time precisa de ajustes finos. Um jogador mais criativo e dinâmico, mais velocidade nas saídas de bola, mais agressão ao adversário na marcação alta….todos esses fatores são importantes demais para um primeiro jogo em casa, numa competição mata mata. Olímpia ficará satisfeito levando um empate para o Paraguai, vamos precisar ser mais agressivos.

Por enquanto deu para o gasto. Abel não estava no clube ano passado, recebeu 8 reforços, 5 deles hoje são titulares: Fábio, Cris Silva, Felipe Melo, Bigode e Cano. Não é pouca coisa, não é continuação de trabalho do ex treinador. Em pouco tempo o time encaixou, mas precisa melhorar, até porque os outros adversários com certeza vão subir de produção com o tempo.

Bora Abelão, hora de ajustar o time que está ganhando para conquistar o que realmente importa.

Toque Curto:

  • Bela festa da torcida na terça. Agora é todo mundo para o Engenhão, nosso salão de festas, e continuar a bagunça.
  • Time está competitivo, mas está fazendo gols nas poucas chances que consegue. Precisa aumentar as oportunidades de gol, criar mais, para arriscar menos as vitórias.
  • Arias tem que ser titular para quarta. Precisamos ganhar aqui de qualquer maneira.
  • Taça Guanabara a vista. É bom, mas queremos muito mais!

SDT

 


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.