Por Onde Anda — Moleques de Xerém, Cipriano e Jefté, são campeões nacionais pelo Apoel

Compartilhe

Disputando a primeira temporada no Chipe, o zagueiro Cipriano e o lateral-esquerdo Jefté, ex-Moleques de Xerém, conquistaram o título do Campeonato Cipriota. O Apoel, maior clube do país, foi campeão nacional pela 29ª vez em sua história. Inicialmente emprestados, a dupla comemorou o feito.

Jefté pelo Fluminense / Foto: Reprodução
Jefté pelo Fluminense / Foto: Reprodução

Jefté, aos 19 anos, foi transferido após se destacar no time sub-20 do Fluminense, mas teve dificuldades para encontrar espaço na equipe principal, sendo então emprestado ao Apoel. Antes disso, renovou seu contrato com o Fluminense, que originalmente ia até 2025, estendendo-o até 2026. Ele foi parte da “Geração dos Sonhos” do Fluminense, que conquistou o título brasileiro Sub-17 em 2020.

Apesar do destaque na categoria sub-20, onde marcou cinco gols e contribuiu com três assistências em 28 jogos na temporada, Jefté não encontrou espaço sob o comando do técnico Fernando Diniz no time profissional.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

No Chipre, o atleta já participou de 33 jogos, marcando três gols e contribuindo com quatro assistências. O jogador falou sobre o título em suas redes sociais.

“Motivo de muita alegria e satisfação , Meu primeiro Ano de Profissional, Conquistando um título , Deus nunca falha , Obrigado Senhor por tudo que tens feito em minha vida , Campeão!.”– disse Jefté.

 

Cipriano
Foto: reprodução

Cipriano passou por outro clube no Brasil antes de se transferir para a Europa. O zagueiro estava emprestado ao Red Bull Bragantino até dezembro de 2024, mas rescindiu seu contrato com o clube paulista para acertar com o Apoel. Assim como Jefté, ele estendeu seu contrato com o Fluminense, que originalmente terminaria em dezembro de 2024, até o final de 2025. O Fluminense ainda possui 70% dos direitos do defensor, enquanto os 30% restantes são divididos entre o atleta (20%) e o Criciúma (10%).

Atuando pelo Apoel, Cipriano fez apenas dois jogos, totalizando 12 minutos em campo.

Com 73 pontos, o Apoel garantiu o título na última rodada do campeonato, após empatar com o AEK Lamarca, segundo colocado que terminou a competição com o mesmo número de pontos, porém com uma vitória a menos.

 

 

 

 

 


Compartilhe

2 thoughts on “Por Onde Anda — Moleques de Xerém, Cipriano e Jefté, são campeões nacionais pelo Apoel

  • 16/05/2024 em 02:12
    Permalink

    This article was a fantastic read! I appreciate the depth of information and the clear, concise way it was presented. It’s evident that a lot of research and expertise went into crafting this post, and it really shines through in the quality of the content. I particularly found the first and last sections to be incredibly insightful. It sparked a few thoughts and questions I’d love to explore further. Could you elaborate more on next time? Also, if you have any recommended resources for further reading on this topic, I’d be grateful. Thanks for sharing your knowledge and contributing to a deeper understanding of this subject! I dedicated time to make a comment on this post immidiately after reading it, keep up the good work and i will be checking back again for more update. i appreciate the effort to write such a fantastic piece.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *