João Pedro, Matheus Martins e outros. Como está o início de temporada do futebol europeu para os Moleques de Xerém?

Compartilhe

 

João Pedro (Brighton – ING)

O centroavante de 21 anos começou a temporada europeia como destaque da equipe inglesa. O cria de Xerém acumula cinco gols em onze partidas e vem caindo nas graças do torcedor do “Seagulls”. Além dos bons números, JP escreveu seu nome na história do clube inglês nessa última quinta-feira (21). Na partida entre Brighton e AEK (Grécia) pela Europa League, ele marcou o primeiro gol da história da equipe em competições continentais. O jovem subiu ao profissional do Tricolor em 2019, já vendido ao Watford, e teve um começo avassalador sob o comando de Fernando Diniz. Em sua primeira temporada como profissional, marcou oito vezes em seus doze primeiros jogos.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

 

João chegou ao Brighton vindo exatamente do Watford na janela de transferências do meio desse ano e rendeu uma boa quantia ao Tricolor, cerca de R$ 10,3 milhões.

Matheus Martins (Watford – ING)

Outro Moleque de Xerém que iniciou bem a temporada em solo britânico foi Matheus Martins. O atacante fez um bom ano de 2022 com a camisa do Fluminense e foi vendido a Udinese (ITA) e emprestado ao time inglês para 2023. Com a camisa do Tricolor, Matheus balançou as redes seis vezes e foi peça importante do esquema de Diniz, que terminou o Brasileirão na 3ª colocação.

O jogador iniciou a temporada europeia marcando três gols em 11 partidas da Championship, a segunda divisão do futebol inglês, e é uma das esperanças da equipe para retornar à elite do futebol da Inglaterra. Quando foi negociado no fim de 2022, o Fluminense emitiu um comunicado afirmando que ainda detinha 10% do atleta, para caso de vendas futuras.

Evanilson (Porto – POR)

Evanilson saiu do Fluminense rumo ao FC Porto na metade do ano de 2020. O atacante fazia uma bela temporada com a camisa Tricolor sob o comando de Odair Hellmann e acumulou oito gols em 22 partidas pelo Fluminense.

Na época, a venda do atleta causou certo estranhamento na torcida, pelo fato do Fluminense receber valores baixos na transação. O clube detinha apenas 10% dos direitos do atacante e com o acréscimo de 20% da taxa de vitrine, ficou com 30% do valor da operação, cerca de R$13,5 milhões.

O Moleque de Xerém chegou ao Porto e já começou brigando por seu espaço na equipe. Em uma tímida primeira época, Evanilson balançou as redes 10 vezes e já demonstrava que ao se adaptar ao futebol português, seria um jogador importante à equipe.

Sua melhor temporada com a camisa do Dragões seria a de 2021/2022. O atacante disputou 46 jogos e marcou 21 vezes, uma média de 0,46 por partida. Nessa temporada em questão, as bolas na rede do brasileiro ajudaram o Porto a conquistar o título do Campeonato Português, o trigésimo na história do clube.

Na temporada atual, o jogador retorna de uma lesão que o deixou afastado um bom tempo do Estádio do Dragão e vem recuperando seu espaço no plantel da equipe. Até o momento, disputou quatro jogos e balançou as redes duas vezes.

Luiz Henrique (Real Bétis – ESP)

Pelo tricolor, o atacante já demonstrava qualidade na sua primeira temporada no profissional em 2020, porém, seria no próximo ano que o atleta se firmaria no elenco como um dos principais jogadores. Apesar de não marcar muitos gols, o ponta demonstrava velocidade e qualidade com a bola no pé, e não demorou muito para cair nas graças da torcida Tricolor.

Por isso, a notícia de sua venda causou muita polêmica na época. A informação de que o jogador já estaria vendido desde o início da temporada vazou logo em um momento chave do ano de 2022: na semana em que o Fluminense decidia sua vida na CONMEBOL Libertadores. Com o Tricolor eliminado pelo Olimpia entro do Defensores Del Chaco, na fase prévia da competição, boa parte da torcida se revoltou com a venda, que proporcionou cerca de R$44 milhões aos cofres do clube.

Após seu início meteórico com a camisa do Fluminense, Luiz Henrique vive um momento conturbado na carreira. O Moleque de Xerém chegou a ser citado em uma investigação da FA por suposto envolvimento em apostas esportivas. Com isso, o atleta foi cortado da seleção olímpica por Ramon Menezes e, logo depois, sofreu uma lesão muscular que o tirou dos gramados por cerca de um mês. Após a lesão, o atacante está buscando retornar a sua forma física ideal, e poder contribuir ao Bétis com seu melhor futebol.

Wendel (Zenit – RUS)

O volante de 26 anos tem sido alvo constante do Flamengo para retornar ao Brasil. Cria de Xerém, o atleta está há quatro temporadas no Zenit da Rússia, após passagem pelo Sporting, de Portugal. O atleta vem sendo muito cobiçado pela diretoria Rubro Negra, que não parece conseguir acertar valores com o time russo, travando as negociações. O volante inclusive, já manifestou vontade de atuar pelo clube e retornar ao Brasil, algo que não agradou à torcida Tricolor.

Com a camisa do Fluminense, Wendel subiu ao profissional em 2017, alcançando uma boa marca de sete gols e duas assistências. O volante foi vendido em janeiro de 2018 ao Sporting (POR) e, dois anos depois, ao Zenit. Ao todo, cerca de R$ 40 milhões foram direcionados aos cofres Tricolores pelo jogador


Compartilhe

79 thoughts on “João Pedro, Matheus Martins e outros. Como está o início de temporada do futebol europeu para os Moleques de Xerém?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *