Condições podem tirar Flu do empréstimo da CBF

Compartilhe

Uma das condições impostas pode tirar o Fluminense da lista de beneficiados da linha de crédito de R$ 100 milhões da CBF. A entidade, segundo Rodrigo Mattos do UOL, definiu que para se ter acesso ao dinheiro, os clubes não podem ter cotas de TV antecipadas, o que é o caso do Fluminense. E isso causou insatisfação, não só na direção do clube, como também em outros tantos com a mesma situação e conversas já existem para tentar contornar a condição.

A CBF fez o anúncio do pacote de ajuda emergencial nesta última segunda, quando também informou que os recursos seriam disponibilizados sem juros “tendo como garantia os valores a receber pelos clubes referentes aos contratos de direitos de transmissão das competições que disputam e prêmios por desempenho nesses campeonatos”.

Inicialmente, o próprio Rogério Caboclo, presidente da CBF, ligou para os presidentes dos clubes da Série A para informar sobre linha de crédito, passando que as cotas seriam as garantias e que os valores estariam ligados ao peso no montante que cada um teria a receber. Porém, no decorrer da semana, os clubes receberam os detalhes da operação e surgiu essa condição do empréstimo – o clube que tivesse cota antecipada poderia pegar o empréstimo referente aos valores que restaram e para aqueles que anteciparam 100% no ano não seria liberado qualquer valor.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Dentre os clubes que estão com cotas de TV antecipadas estão Fluminense, Vasco, Botafogo, Atlético-MG, Santos, Corinthians e São Paulo.

Nossa reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da CBF mas até o fechamento desta matéria não obteve retorno.

ST


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *