Com dois gols de Nenê, Fluminense volta a vencer no Brasileirão e vence o Corinthians por 2×1

Compartilhe

O Fluminense derrotou o Corinthians por 2×1 em partida válida pela 10ª rodada do Campeonato Brasileiro. Nenê marcou os dois gols do tricolor. Com o resultado positivo, o Flu alcançou 14 pontos e está na oitava posição do torneio nacional.

O JOGO

Como pudemos ver na escalação, Odair promoveu três mudanças no time. A entrada  (estreia) de Danilo Barcelos entre os titulares, bem como Hudson no lugar de Yuri e Marcos Paulo como centroavante. E essas mudanças surtiram efeito. Os primeiros minutos foram de total domínio tricolor, com muito mais posse de bola. buscando muito mais o ataque e marcando o Corinthians no campo de defesa.

Foi então que logo aos 8 minutos, o Flu abriu logo o placar com Nenê. Calegari cruzou, o camisa 77 chutou, foi travado, e no rebote, chutou no cantinho de Cássio e a bola morreu no fundo do gol. 1 a 0 para o tricolor. Foi o 16º gol do meia na temporada de 2020.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

O domínio tricolor foi tanto que aos 18 minutos, o treinador Diego Coelho promoveu a entrada de Everaldo, ponta que atuou no Flu em 2018 e 2019. Ele tirou o volante Ederson, por uma questão tática mesmo, mostrando que não estava nada satisfeito com o esquema tática que havia montado.

No minuto 20, o clube paulista teve uma falta perigosa. Otero cobrou mas Muriel colocou para escanteio, por precaução.

Aos 25, uma nova substituição aconteceu, só que dessa vez no Fluminense. Digão, sentiu um desconforto muscular e teve que deixar a partida. Nino foi o escolhido de Odair para entrar no jogo.

O Corinthians, por mais que tenha melhorado, não ameaçava muito o gol tricolor. O time abusou das bolas aéreas, todas cortadas pela zaga, agora com Nino e Luccas Claro. Aos 35, Dodi interrompeu um ataque promissor do Corinthians, fazendo falta em Otero e levando cartão amarelo. O próprio fez uma cobrança fenomenal e obrigou Muriel a fazer uma grande defesa.

Mas mesmo assim, a posse de bola ainda era tricolor, com 61% do Flu e 39% do Corinthians. Porém, o time carioca pecou demais no último passe. Tiveram duas chances, com Michel Araujo e Hudson, que ficou um famoso “deixa que eu deixo” e na outra, Dodi avançou pela esquerda, entrou sozinho na área, bateu cruzado, mas não foi nem para o Marcos Paulo e nem para o Nenê, ambos jogadores estavam aguardando o passe.

Nos acréscimos, o Flu teve duas chances para aumentar o placar. Calegari avançou, cruzou e Danilo Barcelos, como elemento surpresa, cabeceou forte e obrigou Cássio a fazer uma ótima fase. No escanteio cobrado, Nenê pegou o rebote e chutou com perigo, mas para fora. Após o lance, o árbitro finalizou o primeiro tempo e com o Flu vencendo, merecidamente, por 1×0.

SEGUNDO TEMPO

O Corinthians veio com mudanças. O meia Matheus Vital entrou no lugar do Gustavo Mosquito. Já os comandados de Odair Hellmann, não tiveram alterações.

O Flu voltou com tudo. Com 30 segundos, Wellington Silva arrancou e sofreu um puxão pro Bruno Mendez na entrada da área. O jogador caiu dentro da área, mas a falta foi marcada fora e o defensor tomou amarelo. Nenê cobrou a falta, mas a bola bateu na barreira e foi para escanteio.

Nos próximos quatro minutos, o Flu chegou duas vezes com Michel Araujo, que tomou a decisão errada e saiu com bola e tudo, e com Nenê, que recebeu a bola de Danilo Barcelos, dominou dentro da área, passou para Marcos Paulo, mas o atacante foi desarmado na hora do chute.

Aos 13, Coelho voltou a mexer no time: Tirou o volante Gabriel e entrou o também volante, Ramiro. Ao mesmo tempo Cantillo deixou o gramado e entrou Camacho.

Aos 15 minutos, Everaldo avançou pela esquerda, puxou pro meio e bateu para o gol. Muriel fez a defesa. No minuto seguinte, Odair fez suas primeiras mudanças: Saiu Michel Araújo e entrou Luiz Henrique. Em seguida, entrou Felippe Cardoso no lugar de Marcos Paulo.

Aos 17 minutos o Corinthians empatou o jogo. Everaldo recebeu cruzamento de Michel e de cabeça, guardou o seu gol (lei do ex novamente atacando o Flu). Porém, o lateral conrinthiano estava em posição irregular. O impedimento foi marcado pelo auxiliar e nem precisou do árbitro de vídeo.

Nos minutos seguintes, Nenê (retardar a partida) e Camacho (falta em Wellington Silva) tomaram cartões amarelos. Aos 23, Barcelos cruzou pela esquerda, Nino se antecipou, domingou mas na hora de finalizar, perde o equilíbrio e chutou para fora.

Com 30 minutos, o árbitro paralisou a partida para hidratação. No minuto anterior, Wellington fez uma excelente jogada após trocar passes com Nenê, Hudson e Danilo Barcelos. Na hora de finalizar, a bola, que tinha endereço certo do gol, carimbou as costas do zagueiro do clube paulista.

Após a paralisação, Coelho promoveu sua última mudança, colocando Sidicley no lugar de Lucas Pitón. Um lateral pelo outro.

Aos 38 minutos, com o time visivelmente cansado, Odair voltou a promover mudanças no time: Ganso e Yago Felipe entraram nos lugares de Hudson, que saiu de maca, e Wellington Silva.

Aos 43, Luiz Henrique recebeu cruzamento, dominou e largou o chumbo. A bola bateu na mão do zagueiro do Timão e o pênalti foi dado, sem qualquer contestação. Na cobrança, Nenê, sempre ele, marcou. Goleiro de um lado, bola para o outro e o 17º gol do camisa 77 na temporada.

Aos 46 minutos, Danilo Barcelos fez uma falta forte em Michel. Em primeira mão, nada foi dado. Após a revisão do VAR, o árbitro corretamente deu o cartão vermelho para o jogador. No minuto seguinte, Matheus Vital descontou para o time paulista, em uma nova falha de Nino, que foi interceptado por Gil, que cabeceou para a área e o meia chutou. Muriel nada pode fazer.

Após o gol, o juíz apitou o fim de jogo no Maracanã. O tricolor vence por 2×1.

ST

João Eduardo Gurgel


Compartilhe

4 thoughts on “Com dois gols de Nenê, Fluminense volta a vencer no Brasileirão e vence o Corinthians por 2×1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *