Com baixo aproveitamento no Maracanã, Flu recebe Barcelona-EQU com missão de abrir vantagem para jogo da volta

Compartilhe

(Foto: Conmebol/Divulgação)

 

 

 

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Vivendo uma fase ruim  tecnicamente, o Fluminense tem, na noite desta quinta-feira (12), uma oportunidade para aliviar o ambiente de pressão que se instalou no CT Carlos Castilho após as três derrotas seguidas no Brasileirão. Contra o Barcelona de Guayaquil (EQU), além da missão de construir um bom resultado para o jogo da volta, o Tricolor precisará mostrar algo que não consegue há muito tempo: uma atuação convincente como mandante.

+ Saiba todos os detalhes sobre a partida entre Fluminense e Barcelona de Guayaquil

Em uma análise restrita aos quatro jogos disputados no Maracanã pela Libertadores até aqui, o Fluminense, com apenas 5 gols marcados e 4 sofridos, apresentou dificuldades para se impor sobre os adversários e acumula o aproveitamento mais baixo entre as oito equipes que avançaram de fase. Confira.

Aproveitamento como mandante dos times que seguem vivos na Libertadores*:

Barcelona de Guayaquil (EQU) – 4 vitórias (100%)

Atlético-MG – 3 vitórias e 1 empate – (83,3%)

Palmeiras – 3 vitórias e 1 derrota (75%)

Flamengo – 2 vitórias e 2 empates (66,6%)

São Paulo, Fluminense, River Plate (ARG) e Olimpia (PAR) – 2 vitórias, 1 empate e 1 derrota (58,3%)

*Cálculo não leva em conta os jogos disputados pelas quartas de final da competição nesta semana

Relembre os confrontos: 

Fluminense 1 x 1 River Plate – 22 de abril

Fred lustra chuteira de Cazares após receber assistência para marcar gol de empate contra o River Plate
(Foto: Reprodução/FFC)

Após oito anos afastado da competição internacional mais importante da América, o Fluminense encarou um adversário de peso logo em sua reestreia na Libertadores. E surpreendeu. Mesmo saindo atrás no placar contra o River Plate, com direito a pênalti bobo de Marcos Felipe, o Tricolor mostrou força de reação e buscou o empate em uma linda tabela entre Fred e Cazares.

Fluminense 2 x 1 Independiente Santa Fé – 12 de maio

Caio Paulista comemora gol batendo no escudo do Fluminense
Foto: Reprodução

Já na primeira partida do returno na fase de grupos, o Flu encarou um adversário desesperado pela vitória. O Santa Fé (COL) veio ao Maracanã decidido a somar pontos e devolver a derrota sofrida dentro de casa. Após um primeiro tempo abaixo da média, o técnico Roger Machado encontrou as soluções para melhorar o desempenho da equipe no banco de reservas. Com mais uma linda assistência de Cazares, desta vez, o herói da partida foi Caio Paulista, que arrancou do meio-campo e guardou a bola no ângulo para virar o placar. 

Fluminense 1 x 2 Junior de Barranquilla – 18 de maio

Jogador do Fluminense é encurralado por dois marcadores do Jun
(Foto: Reprodução/FFC)

Ainda invicto na competição, o Fluminense precisava apenas de mais 1 ponto para carimbar a vaga nas oitavas da Libertadores e, contra o Junior de Barranquilla (COL), a tarefa não parecia tão difícil antes da bola começar a rolar. Porém, do apito inicial em diante, o que se viu foi um time desajustado e sem poder de criação. Com gols de Valencia e Cetré, o Tricolor conhecia sua primeira derrota na fase de grupos e se complicava na reta decisiva de classificação.

Fluminense 1 x 0 Cerro Porteño – 3 de agosto

Fred comemora gol de pênalti marcado contra Cerro Porteño
(Foto: Reprodução/FFC)

Com uma vantagem confortável no placar agregado, a impressão que se teve do jogo entre Fluminense e Cerro Porteño (PAR) no Maracanã era de que o time estava com o freio de mão puxado. Não se lançava para definir o confronto nem sofria pressão na defesa. A bola bem que tentou procurar nos pés de paraguaios e de brasileiros alguém que a tratasse com mais respeito, e até encontrou o caminho das redes, no pênalti bem cobrado por Fred, mas era pouco, muito pouco para um time que chegava às quartas de final da Libertadores.

Nesta quinta-feira, seja com a artilharia de Fred, uma assistência milimétrica de Cazares ou a estrela de um jogador que venha do banco de reservas, o desafio contra o Barcelona de Guayaquil é simples: jogar bem.


Compartilhe

One thought on “Com baixo aproveitamento no Maracanã, Flu recebe Barcelona-EQU com missão de abrir vantagem para jogo da volta

  • 14/08/2021 em 20:25
    Permalink

    Futebol bem jogado não vai se ver não, mas eu acredito num bom resultado; na classificação à próxima etapa. Este feito, futebol bonito, sumiu dos gramados, com todos os times.

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *