Carlos Osorio, Vice Presidente do Vasco, afirma que clube tem interesse em administrar o Maracanã

Compartilhe

O Vice Presidente do Vasco, Carlos Osorio, afirmou que o clube tem interesse em administrar o Estádio do Maracanã. Em entrevista ao site “Jogada 10”, o empresário falou que já começou a entender sobre o edital de licitação e que o clube já está planejando dar os primeiros passos.

Carlos Osorio afirmou também que ainda tem algumas dúvidas que precisam ser esclarecidas e que irão se reunir com o Governo do Estado no próximo dia 27.

“Possuímos algumas dúvidas que precisam ser esclarecidas sobre o quantitativo de jogos, mas dependendo da interpretação, é necessário ter três clubes. Dois não bastam. Vamos tirar dúvidas com o Governo do Estado no próximo dia 27. Esse é um, mas outros temas vão precisar de explicações. No dia 27 vamos poder questionar, tirar dúvidas ou solicitar reparos e emendas no processo de licitação. Essa é uma proposta inicial do Governo do Estado”.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Carlos Osorio, VP do Vasco (Reprodução / Vasco TV)

O VP do clube também afirmou que o Maracanã pertence ao povo do estado do Rio de Janeiro e, por isso, aos outros clubes do Rio também. Ele também afirmou que o Vasco irá conversar com as outras equipes para fazer parte da gestão do estádio.

“O Vasco entende que o Maracanã pertence ao povo do estado do Rio de Janeiro. Consequentemente aos quatro grandes clubes de futebol e o Vasco vai conversar com os outros três para participar desse processo. O Vasco entende que o processo ideal tem que contar com a participação de todos”.

Maracanã, casa do Fluminense, em dia de jogo (Foto: Lucas Merçon / Fluminense FC)

Edital para a entrada do clube no comando do Estádio:

“Estamos analisando o edital e estudando as melhores maneiras de participar, nas regras que estão colocadas, avaliando também a possibilidade de sugerir algumas mudanças nessas regras. É fato que o Vasco, assim como Botafogo e Fluminense não possuem as CNDs. O Vasco está trabalhando para regularizar as suas contas para poder ter, mas hoje não tem. Porém isso não impede a participação do clube através de uma SPE (Sociedade de Propósito Específico) ou de um consórcio. Isso (CNDs) não é um impeditivo para participar do certame. Esse é um dos pontos que serão levados à discussão no dia 27”.

ST,

Edu Marques


Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.