Árbitro explica na súmula a expulsão de Nino: “Me senti ofendido em minha honra”

Compartilhe

O árbitro Sávio Pereira de Sampaio justificou a expulsão do zagueiro Nino. De acordo com a súmula do jogo, o defensor do Fluminense gritou “vai tomar no seu c#@!”. Por isso, o juiz se sentiu ofendido em sua honra.

“Motivo: V2.8. Outro motivo (detalhar no campo expulsões) – Após a marcação de uma falta contra sua equipe o mesmo proferiu as seguintes palavras para mim ” vai tomar no seu c#@!”, de forma ofensiva em alto tom de voz . me senti ofendido em minha honra com esta atitude”, escreve o árbitro sobre Nino.

Momento que o árbitro mostra cartão vermelho para o zagueiro Nino
(Framme: Reprodução/ge)

Antes, o zagueiro já havia recebido um cartão amarelo também por reclamação. A punição seria porque Nino reclamou e desaprovou as decisões da arbitragem.

O Fluminense vencia o Santos na Vila Belmiro até os 38 minutos da segunda etapa. Quando Sávio Pereira de Sampaio marcou uma falta de Nino em Bruno Marques. O zagueiro reclamou da decisão e acabou expulso. Logo após o lance, Soteldo cruzou a bola na área e Jean Motta empatou a partida.

Você conhece nosso canal no YoutubeClique e se inscreva! Siga também no Instagram

Após o jogo, o técnico Marcão falou sobre a conversa com Nino. O treinador evitou culpar o zagueiro pelo empate na Vila Belmiro.

“A gente não gosta de falar de arbitragem, mas realmente teve um fator extra que tirou nossos meninos do sério. A gente sabe como são que aqueles dez segundos de reação em jogo quente, em algum momento você acaba falando algumas situações, depois você se arrepende. Conversamos com o Nino, o tranquilizamos. A responsabilidade é dividida, toda nossa. O mais importante desse momento é o equilíbrio, recompor os nervos, porque na quinta-feira tem mais uma grande final. É fazer de tudo para nesse jogo a gente consiga um resultado positivo e garanta a melhor posição possível”, disse Marcão, que reclamou muito da arbitragem durante a coletiva de imprensa.

Última rodada

Com o empate diante do Santos, o Fluminense chegou aos 61 pontos. O Tricolor vai precisar torcer por uma combinação de resultados para manter as esperanças de conquistar uma vaga no G4. Para a próxima partida, diante do Fortaleza, quinta-feira (25), às 21:30h, no Maracanã, o Flu não vai poder contar com Nino e Egídio, suspensos.


Compartilhe

Lucas Meireles

Jornalista formado pela UFRRJ, apaixonado por esportes e pelas boas histórias.

5 thoughts on “Árbitro explica na súmula a expulsão de Nino: “Me senti ofendido em minha honra”

  • 22/02/2021 em 10:38
    Permalink

    Como se um FDP desse tivesse algum tipo de honra…

    Resposta
    • 22/02/2021 em 11:36
      Permalink

      A maior desonra foi esse marginal ter nascido… Depois diz que essa praga é o melhor árbitro do País… Marca falta em um lance que não houve falta e o pior, quando o jogador pergunta o pq da falta, esse meliante se acha no direito de dar um cartão amarelo. Não satisfeito depois de tirar o Nino do sério, o meliante aplica o vermelho… Jo primeiro tempo o defensor do Santos fez uma falta crimiosa e nem amarelo tomou… Na boa chega a ser feio. Cadeia pra esses árbitros já!!!

      Resposta
    • 22/02/2021 em 18:36
      Permalink

      Totalmente errado nas marcações das faltas e muito equivocado em lances normaia( jornalista falarem que esse juiz é o melhor do Brasil? Tá de sacanagem esses jornalistas de quinta categoria.

      Resposta
  • 22/02/2021 em 12:21
    Permalink

    Ou seja: mentira. Expulsou porque queria expulsar alguém do Fluminense. Um juiz ouve VTNC umas vinte vezes ao longo de um jogo. Ontem, só o Cuca deve ter dito umas cinco vezes.

    Resposta
  • 22/02/2021 em 13:27
    Permalink

    Porra… se a “moça” não aguenta um palavrãozinho e fica ofendidinha, que não seja árbitro caralho! Juiz viado(deixo claro que é modo de dizer) da porra!

    Resposta

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.